Be Happy!!!

Eu queria ter escrito tantas coisas essa semana. Porque, enfim, foi uma semana de despedidas… fizeram até uma coisinha no meu trabalho, e no fim já havia uma brincadeira em que a Lu dizia: Viva! A Maria vai embora!!! Ao que todo mundo respondia: VivAaaaAAAaAAa!!!

Mala pra fazer, guarda roupa para arrumar e desarrumar, e tudo tão bagunçado. Recebi muitos e muitos abraços dizendo: SEJA FELIZ MARIA! Conversei com pessoas que eu nunca imaginei ter uma conversa, e me surpreendi com uma coisa: eu percebi que muitas, muitas pessoas, deixam os sonhos apenas no plano dos sonhos, e se consideram velhas demais para fazer alguma coisa, ou pobres demais…

Cidade pequena, é sempre aquilo (quem morou já sabe):

Ow, fulana, é verdade que você tá indo? Pra Suíça né? Não!!?? Pois  é mesmo Suéééééécia… hummm, ouvi comentarem esses dias, mas vai casar mesmo? Ah tá. E você fala alemão já? Ah não é alemão… então mas que coisa, quem diria não é? Mas olha, tem que aproveitar viu? Éééééé… você é jovem, não tem filhos e tals, tem um bom emprego,  uma rendo boa, tem que experimentar esse mundo, porque depois que tem casa e isso e aquilo e marido e filhos, a gente se acomoda… eu mesmo até pensei em fazer isso um dia, mas a vida… sabe como é? Então moça, mas que bommm… é isso! Sucesso para você fulana, seja muito feliz!!! 

Eu recebi tantos “seja feliz” que eu já me sinto realmente imensamente feliz. Mas ainda porque eu acreditei em uma coisa que eu nem acreditava: amor. Quando se ama não se é velho demais. Para aprender, ou experimentar, ou tentar, ou começar, ou recomeçar, ou para terminar… ééééééé. Porque é preciso aprender a deixar também.

É preciso coragem. Mas principalmente, coragem de ouvir o que quer o coração. E qual é o coração que não quer felicidade??!

Acredite! Seja feliz!!!