Seja triste!

Essa semana eu precisei ficar triste. Porque eu não curto brincar de contente. Eu busco a felicidade, mas é louco você querer dizer que tudo é  bom o tempo inteiro. Não é. E eu chorei.

Tenho saudade da minha mãe, dos meus amigos, dos meus irmãos, de comer feijão e arroz, de ter almoço. De pegar o celular e ligar para um amigo e passar 20 minutos conversando a R$ 0,25. Dai que de repente quando você muda de mundo não tem mais uma série de coisas que eram tãoo normais. Falar português por exemplo. Dizer merda cara, filadaputa!!!!, caralho!? véio…  PQP! foda. foda-se! caraaaca… ou simplesmente e ai guria como você tá? PQP… eu tenho saudade de ter um emprego!

Tenho saudade de demorar 5 minutos para buscar molho de tomate no mercado. E de comer comida salgada. Ter café com gosto de café. De ter creme de leite! De ter alguém para perguntar… como é que se faz mesmo?

Não estou jogando a toalha, não é vontade de voltar para o Brasil. É só, porraaaaaaaaa que difícil! E dai a gente chora. Ou ao menos, eu choro. Porque é normal estar triste. Ser triste é que é uma doença.

Estou oficialmente cansada. E vai ter chuva até o fim de semana.

A vida é dura. Mas é boa!

Anúncios

3 comentários sobre “Seja triste!

  1. Eu compreendo bem esse sentimento e acho que é normal. O que não é normal (ou melhor dizendo, comum) é admitir esse sentimento. Tem tanta gente ocupada a provar ao mundo que a sua vida é perfeita, usando Facebook, blogs etc para esse fim… Por isso, para mim é como uma lufada de ar fresco, ler posts como este em que o pessoal mostra a cara. Parabéns. Beijo

  2. Eu cheguei há 15 dias em Lund, SE e esses pensamentos já passaram em minha cabeça… mas tb estou ansiosa para continuar o tempo q vou ficar por aqui e ver quais mais serão minhas adaptações… Essa é a vida!! Tudo vale a pena!! Gostei do blog!! E qual é o nome no mercado que devo procurar pelo creme de leite diferente do nosso que vc citou no outro post “Coisas de caipira…?

  3. Oi Bianca!
    Seja bem vinda ao blog e obrigada pelo carinho!
    Tem dias que o mar não está para peixe, não importa aonde você more! Daí que por aqui também nos sentimos dessa maneira, angustiados e tristes apesar de estar vivendo uma “aventura”. É bom que você continue com coragem e força, tem que aprender a lidar com os momentos de incerteza para ficar preparada para quando o barco balança feio. Creme de leite infelizmente não existe na Suécia, mas em qualquer mercado você encontra “vispgräd” (eu compro da Arla, tem o símbolo de uma vaquinha). Ele é mole como leite mas se você quiser a consistência do nosso creme de leite é apenas usar a batedeira. Mas vá batendo aos poucos porque é um segundinho só e o bichinho vira manteiga! Eu recomendo trocar o creme de leite por iougurte turco, passa muito bem e dispensa o baile todo com a batedeira!
    Beijos e se cuida!

Agora vamos prosear!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s