Pra descansar os olhos…

Desde quinta feira as coisas estão mais ou menos paradas aqui, porque quinta foi feriado, e o dia depois do feriado aqui (em Göteborg) é mais ou menos feriado também. Ah, e hoje também é feriado, por isso tivemos um feriado prolongado.

Feriado é engraçado porque todas as coisas funcionam – exceto as partições públicas – mas lojas, mercados, afins – enfim – o centro comercial é aberto. Isso significa que quem trabalha nesses dias ganha mais. Outra coisa engraçada é que quinta feira era um feriado cristão… em uma Suécia declaradamente ateísta, temos um feriado por causa da ascensão de Cristo. Para mim isso já é um bom motivo para agradecer a Deus!

Então, tantos dias de morga, eu fui para Sjövik, para a casa dos pais do Joel, uma vez que meu amado estava em viagem. Eles tem uma casa linda lá, e bem pertinho está o lago Mjörn. A Suécia é o país dos lagos, tem sempre um perto de você (gostou do jingle?)! Aliás, a palavra “sjö” (en sjö) significa lago, e “vik” (en vik) é baía; então Sjövik seria baía do lago, em uma tradução livre (minha).

Eu estou sem trabalhar, comecei agora a estudar mas tem uma coisa que é sempre maravilhosa de a gente fazer, não importa o quão cansados ou descansados estamos, que eu chamo de descansar os olhos: simples e tão somente encher as vistas com uma bela paisagem.

Mas eu não estava com tanta sorte assim, e quinta feira foi um dia carancudo e frio. Ainda assim na tarde fui dar uma volta de bicicleta com a Florence e Josefin. A paisagem é fantástica… A Suécia é linda de se ver toda verde, e com o lago perto tem também um cheiro maravilhoso de verão.

O Joel voltou na sexta a noite e no sábado fomos para o mar. Dia quente, mas no mar tem um vento bem gelado; enfim não importa porque a idéia sempre é ter um tempo bom, faça chuva ou faça sol. É uma hora de spårvägn até Saltholmen, e de lá mais 30 minutos de barco. Chamamos a Jenixa e o Frederik – ela é da Nicarágua, minha primeira amiga aqui, e passamos uma tarde lagarteando um pouco, e descansando os olhos na Ilha de Stirsö.

Dai ontem fizemos um pequeno passeio de moto, ao redor do lago Anten. Que coisa maravilhosa!! Eu brinquei com o Joel que me senti uma Bond Girl pois a estrada me lembrou os filmes de James Bond e ainda mais porque havia um encontro de carros de época perto de Alingsås, e vimos muitos Cadilacs e todos os tipos de cupês que se possa imaginar (ok, nem todos).

Voltamos até Sjövik, passeamos de caiaque e tomamos banho no lago (gelado). Tá bom! Eu não fiquei nem 5  minutos dentro da água, só pulei no lago e saí, mas foi bem divertido e nem estava tão frio como eu imaginei. Depois, vou lá eu saber se vai haver mais um dia de verão nesta Suécia com inverno verde?

Fica a dica, para quem precisa: o Lago Mjörn, o Lago Anten e as ilhas fora de Saltholmen são lugares perfeitos para descansar os olhos…

Mas não esqueça o casaco!

Aquele pequeno ponto vermelho sou eu!

Anúncios