Uma Caipira na Suécia #02

Eu não sei ao certo se o Brasil está há doze ou treze mil quilômetros daqui – ou melhor, o pedaço de Brasil que eu chamo de meu; mas fiquei surpresa com uma coisa: to me sentindo em casa.

Não que as férias não estivessem boas. Foram demais. Infelizmente, precisaria de mais três ou quatro ou infinitas férias para mim fazer tudo o que eu queria, como poder gastar toda a conversa acumulada, e visitar meus irmãos, e tomar tererê e cerveja com as amigas, e ir para baile sertanejo… Me fez uma falta danada ficar mais ao sol, mas eu to com uma manchinha suspeita e tive recomendações expressas de me conter. Fora disso, tudo 10.

Nos últimos dias antes de sair fiquei martelando todos os “se”s da minha existência. Eu realmente queria ficar mais, nem consegui dar um abraço no Silvio! , mas ao final percebi que todo mundo tem saudades de alguma coisa que já teve: da infância, da juventude, de um grupo de amigos, de alguém que não pode mais voltar… e eu não sou exceção. Vou sempre ter um buraco no peito lembrando que eu tenho mais, e não menos, do que eu acho que tenho.

Mais amigos, e mais histórias para contar. Me surpreendi com o tanto de pessoas que mandaram uma mensagem ou um alô para dizer que estavam felizes com a minha volta – o pessoal aqui tem consciência de que o Brasil é um páreo e tanto para a Suécia. Mas o importante é que parece que to aprendendo a ler os suecos, e finalmente, fazendo amigos!

Hoje volto ao trabalho e terça-feira começa a escola. Ainda sonho com o Brasil, mas no fim das contas, minha vida está aqui…

Anúncios

4 comentários sobre “Uma Caipira na Suécia #02

  1. Olá Mária.

    De volta a outra pátria…
    Boa sorte, sucesso e muitas alegrias.

    Enquanto isso, o Lars está aqui comigo
    no Brasil. Ele curte o sol mas, fica tão
    vermelho… Bom é que adora o Brasil.

    Vamos para o Nordeste na terça feira.

    Adoro ler suas crônicas.

    Abraços.

  2. Oi Helena!!

    Obrigada, sei bem como é essa do namorado ficar vermelho… eu sempre brinco com o Joel que nosso maior gasto quando mudarmos para o Brasil não vai ser aluguel, transporte ou comida; mas sim protetor solar fator 60 de qualidade! hehe…
    Boas férias nordestinas!

  3. oi… então agora vamos ser apenas palavrars que não jogadas ao vento e sim escritas em pedras, formam laços indestrutíveis e inquebrávéis mesmo que milhões de anos luz nos separem as mãos…te amo irmã. Sorte em suas escolhas, e que todos os seus sonhos correspondam com a realidade que vc encontra. Bjux

  4. Oi flor
    amei seu blog, você escreve muitoo bem leio sempre hehehe.
    muito sucesso, amor (já tem de monte hehe) e quando voc vir de novo pra cá quero ouvir você falando sueco hem haushauhs
    Abraço !!

Agora vamos prosear!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s