Visto para a Suécia

Passei uns meses de cão e muito nervosismo por causa dessa história de visto. E nem precisava. Sério. Visto para a Suécia nem de longe lembra aquela burocracia toda que é o pedido para entrar nos EUA.

O Brasil tem parte no tratado de Schengen e por isto cidadãos brasileiros que tem a intenção de fazer turismo pela Europa (para os países que fazem parte da zona de Schengen, que são: Suécia, Noruega, Dinamarca, Finlândia, Islândia, França, Alemanha, Bélgica, Países Baixos, Luxemburgo, Espanha, Portugal, Grécia, Itália e Áustria) por um período menor de 90 dias não precisam solicitar visto nas respectivas embaixadas/consulados. Quando você chega ao país de destino e/ou conexão a imigração vai fazer algumas perguntas (especialmente se é a primeira vez que você viaja para a Europa) como quanto tempo você vai ficar, quem vai visitar, qual é o objetivo da viagem. A imigração também pode solicitar algum documento que prove que você é turista, como reserva em hotel ou telefone de contato da pessoa que vai encontrar, passagem de volta (para o Brasil), extrato bancário. Estando em algum desses países também pode-se requerer uma extensão de permanência de mais 90 dias. Depois disso, o cidadão tem de deixar a zona de Schengen.

Para morar na Suécia o cidadão pode requerer visto de trabalho ou estudo – na qual a permanência está vinculada ao prazo do contrato de trabalho ou do período para a conclusão do curso/estágio que o cidadão está participando; visto por residência por laço familiar ou asilo. Todas as informações a respeito da solicitação de visto para a Suécia estão no site da Embaixada da Suécia no Brasil, mas vou deixar aqui algumas informações básicas.

Desde maio de 2011 o selo de permissão de moradia na Suécia foi substituído por uma Cédula de Registro para Estrangeiro ( que é disponibilizada apenas na Embaixada da Suécia em Brasília). Quando eu solicitei minha permissão de residência o processo todo era feito no consulado sueco mais perto da residência do solicitante – São Paulo no meu caso, porém agora o solicitante tem de viajar para Brasília para a confecção da cédula. Felizmente, o cidadão que não mora em Brasília pode viajar para a Suécia sem a cédula (antes  não podia viajar sem o selo), mas com o cuidado de faze-lo apenas após a promulgação do visto com a “carta decisão” (no original e em inglês) em mãos que então poderá ser apresentada ao escritório da Migrotionsverket na Suécia para a confecção da cédula. Para a solicitação do visto o cidadão precisa:

Visto de Estudante – O site Study in Sweden contém as informações a respeito de bolsas, cursos, estágios e etc com vagas para estudantes estrangeiros, assim como a respeito do processo de candidatura para as vagas. Quando da candidatura é necessário pensar que para a obtenção do visto de estudo na Suécia o requerente precisa dispor de uma quantia em dinheiro (de 73mil Coroas Suecas por ano – cerca de R$18mil) que deverão estar disponíveis em uma conta no nome do solicitante na data da solicitação do visto. O visto de estudante é válido para um ano e para ser renovado depende diretamente dos resultados alcançados durante o ano letivo no curso/estágio/etc. Documentos necessários e formulário de pedido aqui e aqui.

Visto de Trabalho – Para obter um visto de moradia na Suécia por questão de trabalho o cidadão precisa apresentar um Contrato de Trabalho com uma empresa sueca quando da solicitação do visto. Existem exceções, como para o caso de diplomatas e artistas, mas a regra principal é que sem contrato de trabalho com uma empresa sueca (com sede na Suécia, obviamente) não há liberação do visto. No caso de solicitação do visto de trabalho a empresa contratante tem de enviar uma série de documentos e também um formulário preenchido com todos os detalhes do emprego que está sendo oferecido. Se o solicitante tem família e vai ficar por um período maior do que 6 meses (o contrato deve especificar o tempo de trabalho) tem o direito de incluir no pedido a esposa/marido e filhos menores de 21 anos. O visto por tempo de trabalho tem a mesma duração do contrato de trabalho do requerente, sendo que se esse for superior a dois anos o mesmo terá de ser renovado na Suécia. Documentos necessários e formulário de pedido aqui e aqui, lembrando que no caso de levar a família junto é necessário anexar a documentação de quem vai de arrastro também (aqui). Para outras informações de como trabalhar na Suécia, visite o site Working in Sweden.

Visto por Vínculo Familiar – Por vínculo familiar entende-se filhos menores de idade, marido/esposa, noivo/noiva ou namorado/namorada residente na Suécia. Ao contrário do Brasil, para obter residência na Suécia o cidadão brasileiro não precisa ser casado oficialmente com um cidadão sueco. Esse é, por exemplo, o visto que tenho e que me permite estudar e trabalhar na Suécia por que eu ter um compromisso sério com o Joel. Fácil assim, é só ter um partner e/ou filhos na Suécia, certo? Mais ou menos. Quando da solicitação do visto o requerente tem de provar que existe mesmo um compromisso (por meio de fotos, vídeos, cópias das passagens de avião, etc) e então rola uma entrevista para que o requerente possa contar como tudo aconteceu e falar um pouco dos planos para o futuro (no meu caso foi assim). Documentos necessários e formulário, aqui e aqui – eu não coloquei o link de documentos necessários para menores de 18 anos.

Deixei de fora duas coisas: visto de trabalho como au pair e solicitação de asilo. O visto de trabalho como au pair é para participar daquele tipo de programa que o cidadão muda para a casa de uma família, cuida das crianças, faz alguns afazeres domésticos e aprende a língua. É extremamente popular para países como EUA, Inglaterra, Austrália e etc; mas acho que não é o caso da Suécia (maiores informações aqui), apesar de o programa existir e de existirem vagas. A solicitação de asilo é para famílias em fuga de ditaduras ou zonas de guerra, e agora que não há mais ditadura no Brasil e as favelas estão pacificadas (hahá… ), não se aplica aos brasileiros.

Não encontrei nenhum informação no site da Embaixada com relação as entrevistas para o processo de visto. Sei com certeza que o requerente de visto por vínculo familiar tem de fazer uma entrevista (essa sim é no consulado mais perto de você); mas não sei se os requerentes por questão de trabalho e estudo tem de fazer a entrevista também. Em todo o caso, há algumas brasileiras blogueiras que estão aqui por causa de vínculo de trabalho com a Suécia: a Fernanda (Aprendendo a viver na Suécia) que vive em Helsinborg; a Vânia (Diário de uma Teimosa) que mora em Stockholm e; a Cíntia (Minha Aquarela 2), também de Stockholm. Aposto que elas não se pesarão em dividir experiências (como foi o processo de visto e etc).

As taxas consulares variam entre R$270 (visto de trabalho) e R$400 (vínculo familiar). O requerimento de pedido de visto de estudante é isento de taxa. As taxas estão mais salgadas do que quando eu fiz a solicitação (outubro de 2010) mas em compensação o processo está mais descomplicado pois todos os documentos podem ser anexados online no site da Migrationsverket (maiores informações aqui). Lembro que quando da minha solicitação levei uma super mala com todos os documentos (em 3 vias, todas cópias autenticadas), mais fotografias e xerox de tudo que comprovasse que eu e o Joel tínhamos um compromisso (até cópia de e-mails levei…). A entrevista foi super tranquila e ao final o representante consular (Lars é o nome dele, não sei se ele ainda trabalha no Consulado em São Paulo) me devolveu gentilmente a maior parte da papelada dizendo que ninguém ia ler a minha correspondência com o Joel e que o malote para a Suécia só podia levar os documentos necessários (nem ia ser constrangedor se lessem, eu havia separado apenas os e-mails que diziam dos nossos planos de dominar o mundo juntos, nada quente ou melecadamente romântico). Fiquei sem entender bulhufas porque na internet dizia que o solicitante poderia e deveria anexar ao formulário e documentação tudo que comprovasse o “vínculo familiar” em questão. Daí… levar ou não levar, eis a questão. Dá uma ligada no consulado e pergunta, ou envia um e-mail, eu fui prontamente atendida todas as vezes que liguei/mandei e-mail.

Os prazos para a liberação do visto dependem do tipo de pedido. O meu demorou 3 meses para sair. Foi um tempo longo demais, e curto demais para organizar tudo e gastar o tempo com quem é importante. Acredite ou não, para quem está esperando uma decisão como essa os meses são o equivalente a dois mil e quinhentos anos: a vida fica em suspenso, tudo depende daquela cartinha em sueco que você não entende.

Depois, o tempo voa: mês que vem vou fazer um ano de Suécia.

****

Atualização (nov de 2013): se você quer maiores informações sobre a demora do visto sair e etc eu recomendo entrar em contato com a Rafaela, do blog Suécia Queridos. Ela fez tudo certinho e esperou 10 meses para o resultado do processo sair. Outra coisa, como ela passou pelo processo mais recentemente do que eu fica mais fácil para quem quer apenas trocar experiências, falar dos medos e tals durante o processo de espera.

Anúncios

67 comentários sobre “Visto para a Suécia

  1. Oi Júlio!

    Difícil dizer… Na Suécia tem direito ao passaporte europeu o cidadão com visto de permanência na Suécia que resida há mais de 3 anos aqui. Pelos menos não vi nada no site da embaixada ou afins com relação a dificuldades/facilidades para descendentes. A única coisa que vi foi que filhos de cidadãos suecos (nascidos em outros países) devem buscar a cidadania antes dos 18 ou 21 anos. Claro que se meus filhos, por exemplo, nascerem no Brasil será mais fácil para eles mudar para a Europa caso decidam isso. Quando fui solicitar o visto fui informada que visto de residência para a Suécia por vínculo familiar pode e será negado se o correspondente sueco não confirmar a história do solicitante, e que em outros casos o visto será concedido.
    Não ouvi ninguém dizer que pediu visto para a Suécia e que esse foi negado. Sei de gente que esperou muito tempo, mas que ao fim o visto foi concedido. A Suécia tem meio que fama entre os países europeus de aceitar todo mundo…
    Com relação ao resto da Europa, acho que possa facilitar um pouco – a questão da descendência de europeus – mas apenas até a segunda geração; depois disso é melhor pensar em conseguir o visto de outra forma.

    Abraços

  2. Olá!! Meu namorado brasileiro vai fazer uma ano de pós doc na Suécia, ganhando bolsa de faculdade. Será que se ele comprovar renda para nós dois, consigo ir junto (por um ano)? Eu teria que fazer algum curso também? Ou só sendo casada mesmo? Obrigada!

  3. Oi Vitória!
    Bem vinda ao blog!
    Sei lá, moça, eu acho que você pode seguir quando o namorado/marido vai trabalhar por um período maior de 6 meses na Suécia. Entra em contato com o consulado , suecos são muito efetivos e eles não se pesam em responder, mesmo que você escreva só um e-mail. Sendo assim infelizmente não posso te dizer se ser casada ou não faz diferença e etc… se bem que eu chuto que não. Liga para o consulado mais próximo de tu ou manda um e-mail, é mais acertado do que eu te responder por aqui (a lista dos consulados, telefones e e-mails para contato você encontra no site da Embaixada Sueca).
    Boa sorte, abraços…

  4. oi!! tudo bem? tenho olhado muito sobre as pessoas que querem saber sobre o visto na suécia! então a proveitando está oportunidade , eu gostaria de saber se vc saberia me informar quais os documentos necessários para um pessoa que não tem filhos e nem é casada mais quer ter um visto aqui na suécia? por favor se poder respnder esse é meu e-mail, paula-santana@hotmail.com beijos obrigada !

  5. Alô moça!
    Pois é, tudo depende do vínculo que a pessoa tem com a Suécia. Uma pessoa sem partner sueco ou sem um contrato de trabalho não tem direito a ficar na Suécia mesmo que os filhos tenham nascido na Suécia (não se eles nasceram aqui e ela estava ilegal). Filhos de estrangeiros nascidos na Suécia não são considerados cidadãos suecos, para ter cidadania é preciso viver 5 anos na Suécia (com visto, portando o número social) e aí fazer a solicitação. Se a pessoa não tem um vínculo de trabalho, educacional ou uma família na Suécia não tem direito a visto de residência, somente ao visto como turista. Como turista a pessoa não tem direito a trabalhar, estudar ou ser atendida pelo sistema de saúde sueco. Outra coisa, qualquer solicitação de visto de residência para a Suécia, seja por trabalho, por um curso ou por causa de família/um partner tem de ser feita no Brasil. Enquanto a pessoa estiver ilegalmente na Suécia o processo não caminha. Para saber como fazer a solicitação de visto de residência na Suécia e o que é necessário ter e comprovar para o pedido basta ler o site da Embaixada Sueca no Brasil.
    Beijos!

  6. Olá, adorei seu post.
    Estou na mesma situação em que você já esteve. Solicitei o cartão de residente para ir morar com meu namorado, tem uma semana que preenchemos tudo e eu não vejo a hora de receber o bendito email da imigração agendando minha entrevista.
    Você lembra quanto tempo demorou, dese que vocês preencheram os formulários até a entrevista na embaixada? E você sabe me dizer em quais casos eles costumam negar o direito de residência?
    Obrigada.

  7. Oi Carioca!!
    Quando eu fiz meu processo de solicitação do visto era tudo diferente, flor; eu obtive a entrevista para depois de uma mês e meio (do dia em que liguei… na época a gente mesmo devia ligar para o consulado e agendar a entrevista quando tivesse toda a documentação em mãos). Vou tentar entrar em contato com alguém que obteve o visto depois da vigência do novo processo para ver se consigo um guest post sobre o tema…
    Abraços!

  8. Olá, obrigada por retornar! :)

    Bom, eu liguei lá na Embaixada para me informar. Eles ainda realizam entrevistas no Rio e em SP. Mas acabei me deparando com outro problema, descobri que a documentação enviada não foi completa e eu preciso de uma declaração de solteira, que eu nem sabia que existia.
    E agora, estou aqui ligando de cartório em cartório para me informar como obter esse documento.
    Pesquisando na internet eu encontrei um documento “declaração pública de estado civil”, que é aceita pela embaixada, mas é um pouco salgada (R$ 230,00) e ainda precisa ser assinada por duas testemunhas. Li também sobre a certidão negativa (“nada consta” acerca de casamento), que é bem mais em conta (R$ 11,28 para cada 4 anos pesquisados) e não requer testemunhas.
    Mas não sei se a embaixada aceita, já enviei um email e estou aguardando retorno.
    Você sabe alguma coisa desse documento? Mencionam ainda segunda via de certidão de nascimento com averbação de estado civil, mas os cartórios só averbam se a pessoa é casad, vai entender!

    Beijos e mais uma vez, obrigada.
    Ah, meu namorado já morou em Gotemburg

  9. Oi Carioca!
    Seguinte: a Certidão de Nascimento com negativa (aquela nada consta) é a certidão de solteirx que a Embaixada/Consulado Sueco solicita e aceita. Não faça aquela coisa louca de R$230 paus que é desnecessário – eu aprendi isso com o próprio cônsul lá de Sampa em um dia de cão… A coisa é que eles solicitam a Certidão de Nascimento traduzida para o inglês, e a coisa fica um pouco confusa, mas é a Certidão de Nascimento original mesmo o que conta como Certidão de Solteirx, porque no Brasil não existe uma certidão padrão para isso. Você apenas recebe uma nova certidão quando muda o estado civil (Certidão de Casamento, Certidão de Divórcio, blá blá blá). Além disso aqui na Suécia existe um documento que é chamado de “Familjbevis” que mostra se você tem família (é casado) ou não e que conta como certidão de solteirx. Fica tranquila… e economiza os 200 e tantos pilas.
    Beijos!

  10. Pingback: Era uma vez em São Paulo « Uma Caipira na Suécia

  11. Olá!!
    Nossa, eu tenho passado uma semana estressante por conta dessa certidão de solteira. Porque na página deles, diz que só aceita essa declaração pública, que custa mais de R$ 200,00; em média, e mesmo tendo ligado pra lá e explicado a situação, eles insistem nessa declaração pública, que nem é um documento emitido pelo governo, . Mas se eles aceitam esse “nada consta” ( foi esse documento que vc levou, junto com sua certidão de nascimento?) é muito mais simples e muito melhor. Mesmo com a tradução juramentada, eu economizo … E tem uma outra coisa, to achando que tá demorando muito pra receber um retorno agendando a entrevista (preenchi o formulário no dia 09/09 e até agora nada). To ansiosa e estressada!!
    Beijos, valeu

  12. Oi!
    Não tinha visto que você já tinha mencionado o tempo de espera para a entrevista.
    Foi mal. É ansiedade pura!! rsrs. Acho que vc também já passou por isso.
    Beijos

  13. Oi Carioca!
    Eu não sei quanto está demorando o processo atualmente. Há dois anos quando fiz o meu pedido de visto o processo não era online. A próxima vez que ligar no consulado pergunte se você pode falar direto com o cônsul – às vezes o pessoal que está lá agora é novato e não sabe explicar as coisas, só sabe ler o mesmo que está escrito na internet e reproduzir.
    Respira fundo guria, senão você pira! O processo pode demorar pacas, então é bom praticar um pouco a paciência e tentar ir levando a vida só no sapatinho. Do contrário vai fazer mal para sua relação também!
    Beijos!

  14. Olá, o meu processo é um pouco diferente, eu sou estudante de doutorado e acabei de solicitar uma bolsa de estudo para fazer parte da minha tese na Suécia, serão 5 meses, e como li na pagina do consulado eu terei que ter o cartão de residente, o problema é que só posso dar entrada no pedido do visto após o resultado da bolsa, e esse só vai sair em dezembro e eu tenho que ir em fevereiro para Suécia, sendo assim, só terei um mês e meio para fazer tudo e ainda contando com as festas de fim de ano. Recentemente eu mandei um email para o consulado e eles me disseram que o processo é rápido, mas eu não vi que precisava fazer entrevista. Nesse caso tb é necessario? E vc acha que eu conseguiria resolver tudo em tao pouco tempo?

  15. Oi Claire!
    Seja bem vinda ao blog!
    A Bianca me deu uma mao escrevendo e contando como é que funciona a solicitação de visto de estudande… da uma olhadinha no guest post Estudar na Suécia (freitasmh.com/2012/09/27/guest-post-estudar-na-suecia/)que voce encontra maiores detalhes sobre ess tipo de processo. Mas pelo que sei, nao tem como obter a aprovação do visto antes da aprovação da bolsa a menos que voce prove que tem no banco dinheiro suficiente para se sustentar durante o periodo… so não faça dividas no banco pois eu não tenho certeza!
    Beijos

  16. Olá Maria, tudo bem?
    Você já está no Brasil? Se estiver, seja bem vinda! :)
    Eu tenho mais uma dúvida e talvez você possa me ajudar.
    Minha solicitação ainda está na Suécia e eu consegui o contato do responsável junto a Embaixada aqui no Brasil.
    Mandei um email perguntando se havia alguma coisa errada, informação faltando, enfim, uma pendência qualquer. No que ele prontamente respondeu, que no meu formulário eu escrevi que pretendo mudar em março ou abril de 2013 (porque pretendo terminar minha segunda graduação e por conta da greve, o calendário atrasou) e eu preciso resolver se estou apta amudar em 3 meses (mas não disse a partir de quando), e neste caso, ele segue com o processo ou caso contrário, o processo será cancelado e eu terei que pedir novamente em outra ocasião.
    Eu gostaria de mais informações a respeito, assim que sai a decisão, a pessoa não tem um tempo hábil para se mudar?
    Espero que possa me ajudar.
    Muito obrigada!!

  17. Carioca,
    Eu demorei tres meses depois de receber o visto para mudar… então faca o seguinte: diga que esta pronta para vir. Se voce receber o visto em dezembro mas nao muda antes de maio o problema é seu pois o prazo de dois anos conta a partir da data de emissao da permissa de residencia. O meu caso: minha permissao saiu e o Joel estava no Brasil. Tinha realmente mal desembarcado, e ele tinha comprado bilhete para ficar por tres meses… dai me diz: oque é que eu iria fazer sozinha na Suecia? A questao é que no documento de solicitacao eles entendem que voce ta em duvida se quer mesmo morar na Suecia ou nao por causa do “eu quero acabar a facul”. Eu acho que voce pode tranquilamente dizer que se muda de mala e cuia assim que o visto sair, ainda que voce saiba que nao. Senao o que parece para eles é que realmente tanto faz se voces vao morar juntos daqui um ano ou mais e que o interesse nao é tao grande assim. E nao precisa se stressar depois tipo eu preciso mudar ja porque recebi a permissao. Mas diga que voce quer e muito, mudar amanha para ca.
    Exagero ne?
    Hehehe

  18. Oi, muito obrigada!
    Eu segui seu conselho e hoje mesmo já recebi um email avisando que eu já poderia agendar a entrevista.
    Agora é aguardar o contato e providenciar a documentação que estiver pendente (de onde deve constar a tal declaração de solteira, rs)
    No mais, é ver e rever as fotos, mensagens, emails e selecionar os melhores, essa parte é bem mais divertida!
    E vc, e seu casamento?
    Beijos, querida :)

  19. voce sabe se eles fazem questao do casal morar junto ?
    por que meu namorado é sueco, mas ele divide apartamento com um colega, nao tem como eu morar lá com ele, porem eu tenho uma amiga que mora lá e eu poderia ficar na casa dela se eu me mudasse, vc sabe se eles fazem essa questao do casal morar junto ?

  20. Oi Vanessa, bem vinda ao blog!
    Desculpe a demora em liberar o coments e responder, mas eu estava off por esses dias… to retomando a rotina aqui aos poucos. Eu também morei em um apartamento separado ao do Joel os primeiros 3 meses, até a gente se ajeitar. Primeiro, que eles disseram que o meu visto demoraria o dobro do tempo para sair, mas graças a Deus foi mais rápido e então pegou a gente de calças curtas. O que eu te digo é que sob hipótese alguma você deve dizer para durante a entrevista que vai morar com uma amiga na Suécia, se fizer isso eles te negam o visto na hora. E outra, é bom o seu namorido se mexer, se eles desconfiam que não tem espaço para vocês morarem juntos, negam o seu visto também. Por que disso? Porque quando o seu namorado sueco responde a papelada da Migrationsverket ele está declarando (mesmo que não de forma direta) que ele vai tomar sobre ele toda a responsabilidade no que seja relativo a você e suas necessidades pelo período em que você morar na Suécia (aluguel, alimentação, vestuário, medicamentos – em caso de doença, educação e assim por diante). Se ele nem tem onde te abrigar, como fica o resto? A gente sabe que na vida real tudo se ajeita – eu me ajeitei – mas para a Migrationsverket não pode aparecer um “se” no meio do processo (se eu obtiver o direito de alugar um apartamento aí nós vamos morar juntos…). Por experiência própria eu digo também que isso é furada: toda noite ou eu ia dormir no quarto do Joel, ou ele ia dormir no meu quarto. Ficar nesse vai e vem é altamente desconfortável e desnecessário. E vamos e venhamos né: Você vai deixar tudo para trás e o seu sueco vai continuar morando com um amigo?
    Beijos

  21. Olá, eu vim conhecer a suécia Por Meio da minha prima que ja reside ha Alguns anos e é cidadã sueca,enfim eu gostei muito daqui e gostaria de obter o visto para estudar e trabalhar como eu faço?

  22. Arruma um trabalho, ou um estágio num curso de mestrado, doutorado; roube o coração de um sueco… Se não rola nenhuma dessas opções, não faz. Fale com Embaixada caso você tenha algo em vista para pedir maiores detalhes…
    ;)

  23. Oi Freitasmh!

    Me esclarece uma coisa por favor: Como faço pra tirar o visto pra casar na Suécia (com cidadão Sueco)? Tô no Rio. Obrigado!

  24. Oi David!
    Você não precisa de visto para casar na Suécia, você pode simplesmente vir para a Suécia e casar. Apenas traga os documentos necessários para dar entrada no processo. Eu escrevi um post sobre isso (casar na Suécia – documentação necessária). Na coluna ao lado onde tem a nuvem de tags e a lista de blogs que eu acho legal tem uma caixa de pesquisa chamada “fofoqueira de plantão”, é só digitar o nome do post lá que aparece!
    Té mais!

  25. Por nada David!
    Só para lembrar, casar na Suécia não te dá o direito de morar na Suécia. Mesmo que você case na Suécia tem que solicitar o visto de residência depois se o objetivo de vocês é residir no país. Boa sorte para você!

  26. Oi, não iremos morar lá na Suécia não =).

    Deixe-me abusar um pouquinho, juro que é a última perguntinha! ^^

    Quanto tempo mais ou menos demora para que eu tenha a certidão de casamento em mãos? (ir ao skatteverket. pela primeira vez, esperar o certificado pelo correio, casar em seguida… é na hora do casório que se recebe a acertidão??)

    obrigado, mil obrigados!!!

  27. Aqui na Suécia quase tudo pode ser feito online e no meu caso o Joel ligou para a Skattverket e eles orientaram a baixar dois formulários pela internet, mas eu acredito que os formulários são o mesmo para qualquer caso, inclusive o seu de “turista que irá casar na Suécia”. Então assim: na página da S você encontra os dois formulários nesse link aqui o formulário n. 7880 que é para eles fazerem os proclames do casório (sabe aquela coisa de buscar informações a respeito de que ambos estão livres para casar) e o outro 7831 é para mudança de nome – se você vai ter o nome do seu partner, se vão continuar com o mesmos ou se elx vai ter o seu sobrenome. Preencha os dois e envie pelo correio para o S anexando tudo que for necessário, que em questão de alguns dias (no meu caso foram duas semanas) você recebe a certidão de casamento pré pronta em casa. Ou seja, assim que eles estiverem prontos com o detalhe dos proclames eles enviam um documento que será usado durante a cerimônia do casório (civil ou religiosa tanto faz) para sacramentar o pedido. Acho que para mim foi meio rápido porque eu tenho registro no Skattverket como cidadão estrangeiro de residência permanente e ele possuem todos os meus dados. Peça ao seu partner para perguntar o quanto costuma demorar a questão dos proclames, que assim vocês podem até mesmo planejar melhor a data do enlace, se vocês ainda não decidiram. Entre em contato se ficou muito confuso… que lindo! Também vou me casar em brave, desejo mil felicidades a você!

  28. O seu esclarecimento não poderia ter sido melhor! Foi de longe a coisa mais simplificada e objetiva que li até agora! Muuuuito obrigado pelo seu tempo!!!!

    Entendi tudo certinho! =)

  29. oi …e possivel adquirir o visto de trabalho ,ja estando na Suecia como turista ? tenho uma proposta de trabalho . obrigado

  30. Oi Luiz!
    Não é possivel. Você leu a sessão sobre morar e trabalhar na Suécia que existe na página da embaixada? Eu recomendo que você faça isso antes de se aventurar e que, em caso de dúvidas, fale com o pessoal da embaixada. Eles vão te orientar melhor e até mesmo te abrir os olhos caso esse emprego não seja, enfim, o que você esperava.
    Boa sorte!

  31. oi o meu pai era sueco e eu gostaria de ter nacionalidade por sua parte mas ta dificil pk em Cabo Verde tudo o que parece facil e muito dificil..

  32. Vem cá, não consigo tirar o ‘certificado de estado civil’ (solterisse) de jeito nenhum no Brasil. Você acha que devo tentar tirar um então no consulado do Brasil em Stockholm?
    =)

  33. Sem querer me aproveitar muito da sua boa vontade.. mas isso de averbação na certidão é fácil de tirar ou preciso de algo judicial?

    obrigado! :)

  34. É super fácil Dave, você só precisa ir ao cartório em que foi registrada o seu RN (registro de nascimento) e pedir a segunda via. Se você não mora no Brasil, uma procuração é o suficiente pra fazer isso.
    Acho que custa mais ou menos uns 10% do que custaria a ‘certidão de solteiro’.
    De nada!

  35. Oi, desculpa a invasão aqui … mas essa averbação de solteiro não é em qualquer lugar que você vai conseguir fazer, Dave. No Rio de Janeiro, apesar da Embaixada e o Consulado informarem que é um procedimento normal, nenhum cartório de registro civil realizava tal procedimento e olha que eu liguei para vários cartórios. Eles alegam que averbação em certidão de nascimento só é feita quando há mudança no estado civil (casamento, divórcio ou morte do cônjuge), ou para casos de reconhecimento tardio de paternidade, por exemplo.
    No fim, tive que tirar uma certidão de nascimento atualizada (porque no Consulado Geral e na Embaixada, eles alegavam que algumas pessoas se casam e apresentam a certidão de nascimento antiga) e fiz uma declaração de solteira, com duas testemunhas. Mas eu fiz uma “particular” (quando vc redige o próprio texto e autentica em cartório) e não a “pública”, que é a que eles pedem, porque ia sair bem mais caro.
    Boa sorte, espero que você consiga seu visto!

  36. Oi Carioca,
    Eu acho bom. Lá nas bandas onde eu morava o trem funcionava. Mas é certo também que – primeiro, há enormes diferenças de região para região no Brasil e segundo, isso foi no tempo das fadas (tipo três anos atrás) e tudo pode ter mudado. Então obrigada guria!
    Beijim!

  37. Hej Freitasmh :)

    Preciso muito de ajuda, minha mãe mora ai na Suécia e eu quero ir tbn,porem sou maior de idade, no sites que entrei não tem o lista de documentos necessarios para fazer o requerimento, para filhos de maior.

    Desde de já agradeço.
    Hej då :)

  38. Esqueci de mencionar que mandei um e- mail para o consulado, eles responderam que no site tem todas as informações, mas eu procurei e não encontrei :/

  39. Oi Luiz,
    Quanto de maior você é? Sua mãe é sueca ou apenas mora na Suécia?
    Se você tem sangue sueco tem direito a cidadania sueca, então não é exatamente visto o que você precisa, precisa é dar entrada na sua cidadania. Sendo maior de 18 anos, pelo que entendi, não é possível mudar para a Suécia se sua mãe ou sei pai não forem suecos. Sorry guy, mas é por isso que você não achou nada lá…
    Abraço

  40. Desculpa eu nao expliquei bem.
    Minha mãe é casada com um sueco, eu li que existe a possibilidade de filhos maiores de idade conseguirem o visto, porem nao encontrei nada sobre a documentacao, tenho 22 anos.
    Eu sei que é possivel, só não sei qual a documentação que necessaria :/

  41. Hummm… Desculpe, acho que você está confundindo mesmo porque, pelo que eu li, apenas filhos menores de 18 anos podem acompanhar os pais. Acho que o pessoal da embaixada não entendeu que você é de maior. Ligue para eles de novo e esclareça bem a situação pois, como falei, acredito que somente menores possam acompanhar os pais.

  42. OII,TUDO BEM?Gostaria de passar 3 meses na suécia e fazer um curso de ingles comum lá,mesmo assim preciso do visto de estudante?obrigada pela atenção :)

  43. Oi Barbara,
    Aqui na Suécia não são comuns cursos de inglês pagos. Ainda assim você encontra na Folkuniversitet – são bem caros. Lá eu não tenho ideia se eles exigem o número social – e isso você só consegue por meio de visto. Eu na verdade diria pra você que você deve perguntar a embaixada.
    Abraços

  44. oi, gostaria de saber se eu poderia arrumar um emprego la, com visto de estudante.. ára ajudar nas despesas….
    ou teria que tirar visto de trabalho tambem ?

  45. Oi Lucas!
    Normalmente o visto de estudante não inclui a possibilidade de trabalho porque você tem que provar que tem dinheiro para se sustentar nesse período – do próprio bolso ou uma bolsa. Mas você vem sem bolsa?
    O que é melhor é focar nos estudos e procurar uma pratik (estágio) dentro do que você vem estudar ou entrar em algum projeto de pesquisa. Essas coisas podem te abrir as portas para um emprego no futuro e aí é só fazer um upgrade do visto.
    Té mais

  46. Primeiramente Parabéns pelas suas postagens. pois demonstrou ser bem comunicativa e prestativa.
    Meu nome é Jovani sou estudante de direito aqui no Brasil, e vi que aqui as leis e a cultura, dão o rumo do crime, pois quanto mais criminoso vc for, mais tem direitos.
    Estou entrando em blogs e em sites de países como, Dinamarca, holanda, Suécia, e etc…pois quero me mudar do Brasil o quanto antes.
    Gostaria de saber, se é bom morar ai na suécia, e se para arrumar emprego é dificil, e se a qualidade de vida é boa, e também, se a criminalidade é grande ou pequena em relação ao Brasil.

  47. Olá,
    Em primeiro lugar parabéns pelo blog , ta lindo e super útil !

    Mas vamos lá Freitasmh,

    Sou casada aqui no Brasil (tenho 24 anos e meu marido, tem 39 anos), temos trabalho fixo aqui e duas filhas de menor (uma de cinco e outra de 2 anos)
    Eu não falo inglês e ainda não sou formada, sou estudante de psicologia e estou num curso intensivo para aprender e (pretendo) em cerca de um ano ter fluência,
    Meu marido fala inglês fluente e é analista de redes formado e com certificações que são validas no exterior (Não sei se na Suécia) … Nada de falar sueco ainda …

    Pois bem lá vai a pergunta :
    Ainda não me cadastrei, mas já vi alguns sites onde é possível concorrer a vagas de emprego, gostaria de saber se é necessário, para arrumar emprego, falar Sueco ?

    E … Se você (opinião super pessoal) acha que essa seria uma aventura possível e vantajosa.

    Temos familiares no Canadá, porém vi em alguns sites que a Suécia se mostra mais receptiva para aceitar imigrantes.

  48. Oi Karol,
    Rapidinho apenas (estou com um bebê, infelizmente sem tempo de ajudar mas felizmente super satisfeita com a maternidade): se seu marido vai concorrer a ofertas de trabalho para estrangeiros inglês serve. Se eu acho que vale a pena, depende… a Suécia é muito legal e morar no exterior é muito bom, mas não sei qual a sua realidade, qual a sua conexão com a família /amigos do Canadá… o pior aqui é a solidão e a escuridão do inverno. Sei lá acho melhor se você buscar outras opiniões porque agora eu só posso te dizer isso!
    Abraços e boa sorte

  49. Olá moça.
    Quero muito dar o fora daqui sabe. To amadurecendo a ideia de me mandar pra Suécia, Denmark Finlândia, algum país de vergonha sabe. Voltar aqui só pra ver meus pais. Enfim, desabafos à parte, esses meu plano é a médio prazo, 4 anos que é o tempo de eu me formar aqui em alguma coisa, e essa é minha questão. Pela sua vivencia aí, que área seria bom ter um curso superior pra concorrer a uma vaga duradoura ai? Se der pra responder por email agradeço imensamente. Fico no aguardo. italooofernando@gmail.com

  50. Olá.. freitasmh!!
    Bom dia!!
    Li bastante postagens no seu blog, me desculpa se eu perguntar algo que eu não tenha entendido!
    Eu fui a Suécia para turismo em maio deste ano e fiquei o período de 90 dias permitido. Nesse tempo conheci um sueco e foi amor a primeira vista.. rsrss!! Eu retornei ao Brasil e voltei agora em novembro novamente como turista e resolvemos nos casar (tô tão feliz). Já me desanimaram dizendo que VAI SER PRECISO EU RETORNAR AO BRASIL :( Eu obtive a informação que alguns documentos eu até poderia levantar aqui na Suécia pelo consulado brasileiro, mas essa tal entrevista que você fez levando documentos, será que ela só pode ser feita no Brasil?? Eu sei que esse processo demoraria e ultrapassaria o meu tempo de turista 90 dias… Mas a minha dúvida é, meu futuro esposo quer arrumar um emprego para que eu “ganhe tempo” aqui na Suécia, Se isso der certo, será que é possível dar entrada nessa papelada toda de casamento e pedir um visto de casada depois, por aqui pela Suécia (Claro que isso tudo feito em uma permanência legal)? Você faz ideia de alguma informação?
    “O meu objetivo na pergunta, vou ser clara(Kkkkkk) é saber se existe uma possibilidade de não ter que retornar ao Brasil..”
    Obrigada Querida.. E Parabéns pelo blog e pela vida na Suécia que é bela!! rsrssss

  51. Oi Carminha,
    Sem visto, sem número social não há como arrumar um trampo decente. Seu namorado sabe disso então eu lhe pergunto: em que tipo de roubada você quer se meter trabalhando ilegal aqui?
    Com relação a sua pergunta sobre o visto, entre em contato com a embaixada. Pelo que sei não há opções e você obrigatoriamente deve fazer a entrevista no Brasil. E esperar cerca de 10 meses.
    Boa sorte!

  52. Obrigada por me responder!!
    Eu entrei em contato com o consulado, talvez um visto de estudante permita que eu fique por um tempo aqui.. Nesse tempo eu poderei me casar, mas como você mencionou anteriormente, o casamento não me dá o direito de morar aqui, eu tenho que mudar o visto de estudante para moradia, e essa parte eles no souberam me responder, se precisarei voltar para o Brasil ou não. Bom tudo no seu tempo, né!! Vou ansiosa resolvendo cada coisa no seu tempo. Ahhh… muito Obrigada! Pela atenção =)

  53. Olá tudo bem? Então, eu estava pensando em ir morar na Suécia primeiramente para trabalhar e depois estudar, porém não tenho nem contrato de trabalho nem carta de admissão. Será que eu teria que conseguir primeiramente um visto de turista, e quando eu estivesse lá tentar um contrato de trabalho ou ser admitido em uma universidade? Obrigado!!!

  54. ola , gostaria de saber como funciona para acompanhar o processo do visto , porque meu namorado liga , manda email e ninguem nuca responde , por favor me mande uma resposta se voce sabe algo, ja tem 4 meses de entrevista em sao paulo

Agora vamos prosear!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s