Uma Caipira em Dalarna

Falei, Dalarna fica no meio da Suécia!Fim de semana fui para Borlänge, que fica em Dalarna, mais ou menos no meio da Suécia. O Joel participou de um projeto com jovens de uma igreja e por isso tem bastante conhecidos por lá. Dalarna é uma região muito bonita (pelo menos o que eu vi), e é bastante conhecida por causa do “artesanato” – os cavalos de Dalarna, um símbolo bem sueco, e da mina da cobre de Falun. A Mari morou em Ludvika, que fica em Dalarna, e tem uma série de posts e fotos lindas sobre a região (por isso não vou entrar em muitos detalhes, quem tem curiosidade pode entrar no Mundo da Mari e se esbaldar!)

Eu me senti no meio de um filme. Num daqueles em que tem um cara muito magoado e durão que mora no meio das montanhas, tem uma picape grandona e armas de caça. Ta faltando alguma coisa… ah, sim, claro, no meio das montanhas tem um lago, ou um rio. A Suécia tem mais lagos por metro quadrado do que habitantes, e isso faz qualquer paisagem ser digna de cartão postal.

Achei o pessoal de Borlänge mais caipira – como eu! Eles falam mais lento, então pude conversar muito sem ter de pedir muitas vezes para repetir a frase (jag kunde hänga med!). Eles tem um sotaque diferente do de Göteborg, e eu quase tive um treco assim que cheguei porque fui só e completamente ignorada. Entramos num determinado local e o Joel foi conversar com umas pessoas: elas não se levantaram, não estenderam a mão para cumprimentar, não fizeram nada. Responderam todas as perguntas que o Joel fez educadamente, mas não devolveram nenhuma. E daí silêncio… Fiz meia volta e ia sair correndo, mas segurei a educação e só caminhei até a porta, o Joel logo atrás. Chegamos numa casa de um “amigo” do Joel e a situação se repetiu. Entrei em pânico. Fiquei pensando o que eu vim fazer nesse fim de mudo? Caraca ninguém se mexe!

Falei com o Joel, tentando fazer uma observação educada, que amigos que não se veem de longa data poderiam ser mais calorosos. Ele só riu e disse: “Eles são muito reservados, você tem que ‘partir’ para cima”. É uma coisa meio difícil para mim: no Brasil eu podia chegar chegando e fazendo barulho – se bem que não fazia isso no meio de desconhecidos, mas eu tenho realmente medo de ofender os suecos. O lagom deles é tão lagom com relação aos cumprimentos que fica difícil… ou eu dificulto! Enfim, quando encontrei a Joize, só e simplesmente agarrei ela num abraço. Deu certo! Depois disso, ela avisava todo mundo: a Maria gosta de abraçar!

Em Borlänge ninguém me perguntou se falamos espanhol no Brasil, de alguma forma eles aprenderam que brasileiros falam português (será que foi a música do Michel Teló?); mas ainda ouvi o: tem muitos bichos no Brasil né? Muitas florestas! Que tipo de bichos tem onde você morava? E tals. Participamos do grupo de jovens no sábado a noite e do culto no domingo e uma série de pessoas veio conversar comigo – alguns curiosos, muito curiosos, como se eu fosse a primeira brasileira que eles viram; outros um tanto desapontados. Tinha uma moça que ficava me olhando e olhando, mas não falou um ai. Penso que ela estava meio desapontada por conhecer uma brasileira tão branca e tão… normal. Não tenho problemas com minha auto estima, mas não sou exótica. Talvez ela esperava alguma mulher super poderosa exalando sensualidade e um perfume afrodisíaco que faria todos os homens ficarem ao seu redor. Sei lá.

Vai ver foi a minha caipirice…

Em Dalarna, todas as cidades tem um desses ou vários nas ruas, lojas, praças... a foto é meio estranha porque eu to olhando para o lado, mas serve bem para sentir o tamanho do bichinho!

Anúncios

Um comentário sobre “Uma Caipira em Dalarna

Agora vamos prosear!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s