Seriados e Filmes Suecos

Andei olhando as estatísticas do site – coisa que sempre me espanta porque de início pensei que meu leitores seriam minhas irmãs, melhores amigas e o Joel (minha mãe não tinha internet), ou seja, umas 10 pessoas (família grande tem suas vantagens), mas às vezes o trem aqui é bem movimentado – e me acabo de rir com os motores de busca que levam ao blog: como conquistar um sueco (??); como namorar um sueco (já comentei sobre isso aqui); como são os suecos na cama (ééééééé… sem comentários), entre as outras coisas normais como viver na Suécia, brasileiros na Suécia, etc.

Dessa vez encontrei um novo motor de busca: “filmes/seriados suecos”. Eu comentei um pouquinho sobre o cinema sueco – nada muito elucidativo, já que no que concerne a sétima arte me cabe melhor o papel de espectadora – há algum tempo atrás (post aqui) mas acredito que essa busca tenha a ver com o pessoal que esteja tentando aprender a língua e procura por filmes e blá blá blá. A boa notícia é: sim, há muito que pode ser encontrado na internet; a má notícia: seriados disponíveis no You Tube (por exemplo) não vão contar com legenda e muito menos “closed caption” (aquela legenda “para surdos”).

Acho estranho que os programas suecos não tenham “closed caption”: o país é super comprometido com a inserção social, vive brigando pela garantia de acessibilidade a todos os cidadãos – principalmente cadeirantes e deficientes visuais – mas eu ainda não entendi qual é a política para com os surdos. Eu já percebi que eles tem linguagem de sinais, já vi enormes grupos de surdos em altos papos no spårvagn, mas os programas de tv não dispõe a opção “cc”. Talvez seja errado eu afirmar a coisa dessa forma, uma vez que eu não tenho televisão e não assisto todos os dias, então quem tem o aparelho em casa pode me elucidar a questão? Eu queria muito assistir tv com o “cc” ligado e perguntei sobre isso para minha sogra (é lá que mais comum que eu assista tv) mas ela disse que não sabia se isso existia. Detalhe que eles também não assistem muito a televisão então pode ser que ela só não tenha conhecimento do caso… A maioria dos filmes e seriados não suecos (os famosos americanos e etc) são exibidos no idioma original (a grande maioria, inglês) com legendas em sueco. Isso mesmo: filme dublado na Suécia só mesmo os infantis. Será por isso (por causa das legendas dos programas internacionais) que a opção “closed caption” não funciona?

Isto posto, alguns vão dizer que o You Tube dispõe da opção “cc” e é verdade, mas eu acho que ela não funciona muito bem e em alguns casos o texto está incompleto.

Primeiro, a tv sueca pode ser assistida na internet (não sei se vai funcionar no Brasil, mas pensando bem, por que não funcionaria?) e o canal que mais assisti foi o SVT 4 (Sveriges Television 4): quando se acessa a página pode-se logo ver o link “Program & Kanaler” (Programas & Canais) onde você pode escolher entre os programas que estão no ar agora – entre eles os seriados norte americanos, óbvio, e quem é pro em inglês obviamente vai se beneficiar com as legendas suecas. Aí também é possível acessar os demais canais, sendo que eu diria apenas que SVT 3 e 6 tem uma programação mais voltada às produções estrangeiras e o SVT 1 é mais sobre cultura.

Quando eu comecei a trabalhar pude assistir muitos seriados suecos. Isso mesmo, sentei ao lado do Zé enquanto ele ria dos personagens favoritos dele e por isso quase poderia indicar alguma, não fosse pelo fato de que não sei ao certo o que eu tenha gostado. Primeiro porque no início eu entendia muito pouco de sueco para gostar ou desgostar e segundo porque, apesar de entender sueco agora (ao menos suficiente para ver um filme e ou programa) não estou por dentro do humor sueco e muito menos apta a ler as coisinhas que estão nas entrelinhas de uma conversação – para sentir a gravidade ou delicadeza de situações, por exemplo. Depois, apesar de existirem alguns episódios que eu realmente achei engraçados (dentro daquilo que acredito  ter entendido), algumas cenas das séries sueca são dignas de um drama mexicano: os personagens ficão tão zangados que gritam uns com os outros (nunca vi um sueco gritando!), as situações “hilárias” são mais para chorar ou passar vergonha do que rir. Entretanto, penso ser essencial ouvir sueco para se acostumar com a língua e a aprender a cadência e por isso deixo aqui o nome das séries que eu já assisti e que podem ser encontradas no You Tube: Svensson Svensson, Tre Trappor Upp, Hjälp, Tre Kronor, Mäklarna.

Existe uma série policial de nome Beck (são uns 458 filmes… brincadeira! Mas existem mais de 20, certeza) que achei bem interessante e provavelmente está no You Tube; eu não duvido até que seja possível fazer o download de alguns deles. Outra dica são os filmes de Astrid Lindgren, como Pippi Långstrump (um verdadeiro clássico sueco), Bröderna Lejonhjärta, Emil i  Löneberg, Vi på Saltkråkan e Ronja Rövardotter.

Quem já assistiu algum filmes e/ou seriado sueco acrescente os favoritos nos coments!

E por hoje é só, pessoal…

Ps.: Gostaria de agradecer aos portugueses que vem acompanhando o blog. Tem sido muito legal receber e-mails e quero reafirmar que gosto de “dar uma mão” para o pessoal que está mudando, apesar de não responder aos e-mails sempre de pronto. Seja bem vindos e obrigada pelo carinho. =D

Ps 2.: Pela segunda vez o Joel topa com um alce no quintal de alguém – nessa época eles costumam invadir os quintais alheios para comer as maçãzinhas das árvores – e eu não to junto!!! Claro que não quero ter de fugir correndo de um bicho que pode ser maior que um cavalo, mas gostaria muito de ver um deles! =+ (beicinho…)

Anúncios

30 comentários sobre “Seriados e Filmes Suecos

  1. Já assisti dois filmes em Sueco, são eles os dois primeiros da trilogia (os Homens que não amavam as mulheres e A Garota que brincou com fogo) Milennium – Stig Larsson. Aliás, foi a trilogia dele que me despertou interesse pela suécia e me fez ‘googlar’ e achar o seu blog.
    Obrigado pelos nomes de seriados vou dar uma olhada….

  2. Eu tenho gostado muito dos filmes Suecos que tenho visto, como “Himmeln är oskyldigt blå” (apesar do título solene, é um filme engraçado e sensibilizante, uma vez que a personagem principal tem síndroma de Aspergers) e, mais recentemente, o “Cockpit” (ainda está no cinema). Mas realmente a língua ainda é um entrave, sinto que perco muitos trechos importantes. Só por curiosidade, há quanto tempo você vive na Suécia? Beijo

  3. Ui, fiz confusão! O filme em que a personagem sofre de síndroma de Aspergers é “I rymden finns inga känslor”. O outro que falei (Himmeln är oskyldigt blå) tem apenas em comum o ator principal, Bill Skarsgård :)

  4. Oii Lucian! Oi Joana!!

    Pois é Lucian também só assisti o primeiro e o segundo filme da trilogia Millenium, sendo que gostei mais da versão sueca para “Os homens que não amavam as mulheres” do que da americana lançada no ano passado (The girl with dragon tatoo). Já assistiu a versão americana? O que achou?

    ***
    Então Joana, to morando na Suécia há quase 16 meses. Aprendi sueco meio rápido porque tive aulas particulares quando cheguei aqui (a tia do meu sambo é professora… =). To querendo assistir ao “Cockpit”, é engraçado como o trailler insinua? Fiquei curiosa a respeito do filme sobre Aspergers…
    Beijos!

  5. OI! Vi só a versão sueca! estou terminado de ler o último. Estou lendo o último livro The Girl Who Kicked The Hornet’s Nest. Uma coisa que complica a minha leitura são os nomes dos personagens, não consigo saber se é homem ou mulher. Só decorei que Modig depois que o google traduziu.

    Voltando para o tema da postagem, eu assisti a um video de um seriado sueco que vc sugeriu, e eu tive a impressão de que as novelas da Globo são mais bem produzidas e o seriado feito pela HBO Brasil também.

  6. Maria, que idéia boa pra post. Eu sou apaixonada pelos seriados suecos do SVT1! Assisto a todos, nem me preocupo de saber qual a temática nem nada… se é do SVT1, é bom. Também curto muitos filmes suecos – depois escrevo sobre isso lá no blog.

    Na verdade tô passando rapidinho pra dizer que a TV sueca tem sim legenda! Nem todos os canais têm, mas garanto que todos os governamentais dispõem disso: svt1, svt2, tv4, tv24, Kunskapskanalen, etc. Todas os aparelhos de TVs aqui contam com um serviço chamado Text-TV (vc aciona clicando num botão no controle remoto) e isso abre uma janela bem anos 80 na sua TV. Dentro do Text-TV você tem acesso à programação da tv, notícias, horóscopo e… legenda! Por exemplo, quando você estiver assistindo ao SVT1, clique no botão da text-tv e depois digita 199 e voilà! Pro SVT2, digita 299. Os outros canais não lembro, mas depois que você se acostumar com a interface do text-tv achar essa informação é fácil.

    Bjos

  7. Oi Maíra!
    Pois é, como falei não tenho tv e assisto só de vez em quando mas mesmo assim já assisti aos programas do SVT 1 e concordo com você: são um barato. Ainda assim, a maioria das séries suecas com a quais tive contato foram do SVT 4 – que é mais popular e não tão cultural quanto o SVT 1.
    Assisti a alguns filmes suecos no cinema (recentemente) e outros por DVD: acho que a qualidade das produções está principalmente no fato de que o cinema europeu é mais concreto, não fica tanto no mundo da fantasia como o cinema americano (to falando com a propriedade de quem conhece a coisa a um ano e pouco, então imagina!), mas eu sempre gostei mais de drama do que de comédia romântica então o estilo dos filmes daqui passa bem com o meu. Acho que vai ser super interessante ler um post sobre o tema do ponto de vista de alguém que entende do assunto!
    Muito obrigada pela dica sobre o “cc”, a próxima vez que estiver na “sogra” vou ligar o bichinho…
    =D
    Beijos!!

  8. Olá! Olha, vou te contar, nem que faça um solzão e calor senegalês eu ponho os pés dentro do mar escandinavo, pelo simples fato de que a água nunca esquenta o suficiente. Sabe como é, meu couro é nordestino, nunca havia passado frio na vida antes de vir para cá. Dai que me sobra ficar na areia olhando enquanto ps corajosos se divertem :)

  9. Quanto a teu post, também mooorro com as palavras chaves na qual sou encontrada. Certa vez, fiz um post sobre bota peluda, rsrs, dai você pode imaginar que alguém de gosto pitoresco procurava por mulheres com a bu..”botas” peludas, se é que você me entende. E por ai vai a bizarrice.
    Tem uma série sueca que suuuper recomendo, se chama Solsidan e aqui em casa estamos viciados, penso inclusive em comprar o dvd só para ter a legenda em norueguês. Aqui na Noruega tem um chamado NAV que é sobre aquela gente que trabalha para orgãos do governo. Tem até uma sueca no elenco, a mesma que trabalha em solsidan :)

    Beijoooooo

  10. Oi Nara!

    Hahahaha! Eu me reconheço nesse relato: a úlitma vez que fomos para a beira de uma lago sueco eu estava com duas blusas enquanto o povo tava de bíquini… A primeira vez que vim para cá me aventurei nas águas geladas do mar, mas sabe que entrei só até a altura das canelas porque a água é poluída de águas vivas. E o Joel dizendo: vem amor, só as vermelhas queimam… Para mim, não tem nada de vermelho, mas de laranja tem um monte! Dai vai saber se o vermelho dele não é o meu laranja? Deus me livre: passar frio e ainda sair gritando de dor da água, me poupe né?!

    Alguém já me recomendou esse “Solsidan”… vou ter que conferir!
    Beijos!

  11. Pingback: Dicas para estudar sueco « Uma Caipira na Suécia

  12. Olá. Comecei a assistir filmes suecos e fiquei surpreendido com a qualidade das produções. É uma pena que aqui no Brasil não seja tão popular, quando comparado às produções estadunidenses. Ah, antes de mais nada, gostei muito do seu post e estou lendo o seu blog com frequência. Gostaria de perguntar se você sabe onde eu possa baixar o filme Jävla pojkar? Não encontro em lugar nenhum. Um abraço brasileiro e até mais.

  13. Oi Daniel!
    Bem vindo ao blog!
    Acho que o cinema europeu é muito mais bonito e tem muito mais qualidade do que o cinema dos EUA, mas é que também, o cinema de Holywwod é comercial, o cinema daqui é arte. Pena que o Brasil vem deixando o cinema arte para investir no cinema comercial… você tentou procurar no Pirate Bay? Acho que lá você encontra o torrent e depois é só baixar usando um gerenciador de torrents como o u.Torrent, por exemplo. Legendas você encontra no opensubtitles.org .
    Até!

  14. Olá Maria. Obrigado pelas dicas, mas infelizmente não conseguir encontrar. Vou continuar tentando de qualquer jeito até conseguir. Até mais.

  15. Amei o blog! Caramba, se tu é uma caipira que mora na Suécia, imagina uma paraibana se interessando por cinema sueco, é bem estranho, no mínimo! Como aqui o que prevalece é Woody Allen e Pedrin Almodóvar, eu pseudo-cinéfila resolvi ver a trilogia do Stieg Larsson, e caraaaaaaca, que produção legal, os lugares que mostra da Suécia, só me dão vontade de teletransportar pra essa wonderland :D Parabéns pelo blog, ganhou mais uma leitora \o>

  16. Oi moça! Que nome bonito o seu… bem diferente!
    Eu não entendo nada de cinema, curto muito Woody Allen mas não lembro um título sequer de Almodovar – shame on me.
    Gosto muito da trilogia Milenium, não li os 3 livros mas já vi os 3 filmes.
    A Suécia tem paisagens muito diferentes do Brasil, e a coisa aqui lembra muito os filmes que a gente vê (Holywood) justamente porque o norte dos EUA tem umas paisagens similares…
    Bem vinda ao blog, sinta-se em casa!
    Beijos

  17. Bom , ainda bem que não estou sozinho. Depois de Bergman , anos atrás e depois da trilogia de Larsson, comecei a procurar “coisas”. De cara achei Bron/Broen, depois Arne Dahl, a seguir me apaixonei por Annika Bengtzon, mais o que mais me chamou a atenção em tudo que assisti, foi a qualidade das produções, fotografia, roteiros, atores, montagem, absolutamente, muito bom. Tanto assim que acho que os americanos ficaram só no primeiro filme da trilogia Milennium, que a única coisa que tem de melhor é a música de abertura. Maravilha o blog,
    Cheers
    João Lopes

  18. Olá cheguei aqui procurando por seriados suecos rsrsrs. E pra quem não conhece recomendo Akta Manniskor, estou acompanhando e é muuuito bom. Gostaria de pedir se alguem sabe onde encontro o livro Lat den ratte komma in (Let the right one in) em sueco é claro. Não estou achando em lugar algum nem pra comprar.

  19. Oi Cris!
    Bem vinda!
    Assisti a primeira temporada do akta människor e achei muito interessante. Acho que a ideia da série é super original, faz a gente pensar uma série de preconceitos da sociedade atual. Minha professora de inglês tem os olhos tão azuis quanto os robôs da série e eu sempre fico encucada pensando será que ela é? Haha. Você mora aonde? Aqui na Suécia deve ter ele. Talvez eu possa ajudar.
    Abraço!

  20. Oi pessoa!
    Não tenho TV porque quando mudei achava muito estranho ver tv em sueco. Seriados em inglês com legenda sueca me faziam dar um nó no cérebro. Daí a gente desacostuma. Aqui na Suécia se paga uma taxa para ver tv, e a maioria dos programas estão disponíveis na Internet. Fica facil assistir online mais tarde… Hahaha! Não me faz falta!

  21. a agora entendi .obrigada. moro sc tenho muita vontade de conhecer este pais mesmo porque sou fao do abba .

  22. O ABBA parou de tocar, eles não fazem shows mais desde… bem, sei lá.
    Mas tem o museu do ABBA em Stockholm. Quando eu for para Stockholm vou visitar o museu.
    Abraços

  23. eu sei que eles pararao mais a agnetha gravo um novo cd agora . vc vai la entao olha tudo por mim e depois me conta um pouco . ate.

  24. Eu realmente gostei desta série, eu tomo a top onda com o tema, mas acho que Äkta människor é uma história diferente e que tem a ver com a mente aberta para apreciá-la ao máximo.

Agora vamos prosear!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s