Casar na Suécia – Documentação necessária

Vamos para o Brasil em fins de outubro e minha mãe vai costurar meu vestido de noiva (uhuuuuuuuuuuuuu!!!!) então vocês podem imaginar a minha cabeça: e eu só penso naquilo… poderia fazer minha própria versão do Xote das Meninas: ela só quer, só pensa em se casar… Por isso e para quebrar a sequência de chorumelas do post anterior, resolvi escrever algo de utilidade pública: o que é necessário para casar na Suécia?

Primeiro: um partner (engraçadinha!) que esteja de acordo em casar-se com você. Obviamente que ninguém se casa sozinho, mas talvez seja bom lembrar que ainda existem países no mundo em que a mulher pode ser obrigada a casar-se com um homem ainda que esteja esperneando e gritando. Não é o caso da Suécia e por isso é bom que os interessados tenham certeza de estar de acordo do causo… Na Suécia o casamento de parceiros homossexuais é legal e pode ser realizado até mesmo dentro da Igreja Sueca (acho muito interessante isso: a Igreja Sueca deixa que o pastor decida se ele celebraria ou não casamentos entre homossexuais… sendo assim a única coisa que o casal precisa é encontrar um pastor que concorde em casá-los. E há muitos por aqui).

A cerimônia do casamento é chamada de “vigsel” e pode ser celebrada tanto na Igreja Sueca (religiös vigsel) como frente a um juiz de paz (vigselförrättare), uma espécie de casamento civil (borgerlig vigsel). Uma vez realizado um vigsel – tanto de natureza religiosa como civil – a pessoa não precisa realizar de novo; ou seja, se vai casar na Igreja Sueca não é necessário procurar um juiz de paz para casar no civil também. Casou, está casado; o documento gerado tanto na Igreja Sueca como no escritório do governo tem o mesmo valor e é enviado ao Skattverket onde será arquivado e incluído na ficha do indivíduo dentro do sistema de dados.

Assim como no Brasil, na Suécia os noivos devem provar que não há nenhum impedimento (hindersprövning) frente ao casamento e isso é feito junto a Skattverket. São três fatores que podem impedir um casamento na Suécia: ser menor de 18 (só com autorização do governo local – mesmo se os pais autorizem mas o governo local não, o casamento não sai), que os noivos não sejam parentes e que nenhum dos noivos esteja casado. Mesmo se você não é cidadão sueco (só turista, por exemplo) pode realizar o casamento na Suécia, mas ainda assim deve primeiro ir ao Skattverket e submeter-se à investigação por parte do escritório antes de receber a permissão de casar.

Para submeter-se à investigação da Skattverket é necessário preencher um formulário (7880) que pode simplesmente ser baixado da internet e enviado ao escritório da Skattverket quando ambos noivos tem registro na Suécia (por registro entenda-se personnummer). Nesse caso não é necessária a apresentação de documentos porque todos os documentos necessários existem junto a Skattverket. No caso de um ou ambos os noivos não contarem com o registro é necessário preencher o (mesmo) formulário e apresentar-se ao escritório da Skattverket com passaporte e mais um documento oficial de seu próprio país que comprove a condição civil de solteiro do(s) solicitante(s). Segundo a página do Skattverket esse documento não pode ter sido emitido há mais de quatro meses (para maiores informações a respeito do hindersprövning clique aqui – página em sueco). No caso dos dois noivos não terem nada a ver com a Suécia precisam apresentar ainda um documento de seu próprio país em que esteja claro que não há impedimentos para que fulanx e ciclanx se casem.

Infelizmente eu não encontrei (ou não entendi, a página está em sueco eu posso ter deixado passar) quanto tempo demora para que a Skattverket devolva o resultado da investigação, mas este vem na forma de outro formulário que será preenchido no dia do “vigsel” pelo pastor ou juiz de paz – aquele que vai para a Skattverket fazer parte dos arquivos do sistema…

Antes da chuva de arroz é também interessante pensar em como é que vai ficar o sobrenome: vai adotar um “son” ou vai continuar com o mesmo? A mudança de sobrenome, obviamente, não é obrigatória mas o envio de um formulário comunicando o causo a Skattverket (no caso de cidadãos suecos) é. Para aqueles que moram na Suécia mas não tem cidadania sueca o comunicado é opcional. No caso de querer comunicar significa preencher mais um formulário…

As informações do post foram retiradas da página da Skattverket (clique sobre o nome para acessar o conteúdo) e quem quiser conferir é bom dar uma checada, afinal, eu posso ter deixado alguma(s) coisa(s) passar(em). Fica a dica de leitura sobre acordo pré nupcial também, para refletir qual o regime de bens que o casal vai adotar com o casamento ou mesmo após o casamento. Na falta de um documento declarando que o casal quer um regime de separação de bens (äktenskap) o casamento se dá em forma de comunhão de bens (partnerskap), mas o regime pode ser alterado posteriormente a qualquer tempo através do preenchimento de outro formulário (plus uma carta dizendo quem tem o que) junto a… tchã-ram! Skattverket.

Agora fiquei com a musiquinha na cabeça: ela só quer, só pensa em se casar

Anúncios

15 comentários sobre “Casar na Suécia – Documentação necessária

  1. Parabéns ao casal! Desejo felicidades!!
    Li o seu último post e você parecia meio borocoxô … assim está bem melhor!
    Beijos

  2. Parabens e muita felicidades ao casal…..
    Eu casei na suecia e sei bem como e tudo isso em relaçao a documentaçao!
    Bju e muito sucesso

  3. Reanimou-se após o seu último post! :) Que ótimo!
    Parabéns!! Muitas felicidades ao casal!! Muito mais muito sucesso!! :)
    Adorei: “ela só quer, só pensa em se casar.”, hahahahahaha.

  4. A Joana vai ser chata e discordar: textos como o anterior são também úteis à sociedade. Anda meio mundo a fingir que é perfeito e outro meio mundo a perguntar o que há de errado com as suas vidas, por que é que não são perfeitos?

    Nada contra as pessoas que optam por fazer dos seus blogs/facebooks etc um local de positivismo e que, por isso, dão uma imagem de perfeição… Mas ao ler o seu post eu identifiquei-me imenso, pensei nos cerca de 5674837364 episódios do género que já tive e senti uma conexão especial, algo do género: não sou a única a lidar com esta bosta!
    :)
    Palmas para a sua mãe querida, que ajuda com o vestido do casamento. E muitas felicidades para o casal!
    Beijos

  5. Parabéns!!!!! Que sonho ter a própia mãe costurando o vestido de noiva, né??? O meu, a minha tia que costurou! E sou super satisfeita com o ressultado.
    Olha, tudo de bom, que dê tudo certo nos preparativos e que tudo saia como vc sonhou!!!!

  6. Que legal esse post. Eu estava mesmo fazendo pesquisa sobre a documentaçao p casamento no civil na Suécia. Mas como não sei sueco, fica difícil né. Seu post veio bem a calhar! Abraços

  7. Olá gente!

    Carioca!
    Obrigada! Mas sabe como é a vida né, a gente fica meio borocoxô mesmo morando na Suécia!

    *****
    Rafaela,
    Obrigada menina, eu li seu blog novo! Que legal que você não desistiu e ainda recuperou seus textos! Como está o passeio por aqui?

    *****
    Oi Ke!
    Bem vinda ao blog! Você validou seu casamento sueco na embaixada brasileira também?

    *****
    Oi Gio,
    Eu não perguntei se podia te chamar assim, posso? O importante é não deixar a peteca cair, e mesmo com algumas preocupações é bom se deixar sonhar e planejar… nada melhor do que isso para deixar a vida leve!

    *****
    Joana,
    Oi menina, obrigada pelas felicitações! Pois é, a vida é a vida, independente dos maridos fofos e românticos que temos e do país (mais ou menos) civilizados em que vivemos. Tem dias que o mar não está para peixe, e eu penso como você: é importante dividir com aqueles que sonham estar onde estamos para que ninguém crie expectativas furadas a respeito de morar fora do país!

    *****
    Deby,
    Pois é, minha mãe curtiu que eu pedisse para ela costurar e isso vai ser meu presente de casamento (e que super presente não?). Terei o vestido dos meus sonhos, simples, mas do meu jeito… comprei uma renda linda linda linda aqui mesmo em Göteborg! Obrigada pelas felicitações!

    *****
    Solange!
    Não há de quê menina! Seja bem vinda e volte sempre!!!

    Beijokas povo!

  8. Olá!
    Sei sim, eu também ficava triste às vezes.
    Mas o importante é que vocês estão super felizes, vão se casar e pelo que li em outro post, tá acontecendo muita coisa boa pra você.
    Felicidades!!
    Beijos

  9. Oiiiiiii , novamente espero que se lembre de mim rs
    Eu adorei seu post, parabens pra voces dois, nao sei se vc ja esta no Brasil , se estiver aproveite por mim ta ? que saudade do calor de la.
    Eu fiquei muito feliz e imaginando como sera o seu vestido, eu nao me vejo entrando na igreja de veu e grinalda e tal, mas eu sonho em estar com um vestido de noiva no hotel de gelo em Kiruna ahaha, todo mundo querendo fugir do frio e eu procurando é mole? meu sonho é tirar fotos la com vestido de noiva e meu namorido de terno todo chique .
    Estou voltando a ler mais os blogs entao ate daqui a pouco rs .
    Puss puss*

  10. Olá, estou aqui a “fuçar” o teu blog e me bateu uma curiosidade agora … você já casou?
    Caso já tenha casado, poderia contar um pouquinho da festa pra gente? :)
    Beijos

  11. Oi meninas! Tinha perdido esse aqui…

    Rúbia!
    Já de férias? Seja bem vinda a retornar sempre. Casar no hotel de gelo? hPUAhpsuhpashpa… Cada um com seus sonhos! Seria mesmo lindo, se pensarmos em todo o branco… Sorte que aqui na Suécia casamento é uma coisa bem íntima, então eu nem preciso ser indelicada e recusar o convite. =P

    *****
    Carioca!
    Tudo muda, todo o tempo, eu sempre digo. Momentos felizes e tristes, isso é a roda viva da vida. Ainda não casamos, estou compartilhando um pouco dos meus preparativos na categoria Casar na Suécia. Quando casarmos contarei um pouquinho de como foi – com atraso né, porque o mês de julho do ano que vem será uma abençoada loucura, se Deus quiser.
    Beijos!

  12. Olá, eu preciso me organizar e anotar em algum lugar os posts em que eu comento, porque eu acabo esquecendo e lembrando muito tempo depois :)
    Nossa, já é em julho então, está muito perto!! Fico imaginando a alegria e ansiedade de vocês dois. Vai dar tudo certo!!
    Beijos

  13. Por favor estou muito perdida eu já ré vizinho perguntas antes eu sei mas estou ficando louca na sua pagina do casamento diz que tem que ter um papel que comprova que sou solteira que papel e esse? Como faço pra obter esse papel ? E mas o que preciso Pf me ajude vou ficar louca me diga pf tudo que preciso fazer todos os documentos que preciso obrigado

  14. Aline,
    É a certidão de nascimento. Se quiser fazer algo a mais, digite apenas uma declaração tipo: eu Aline sobrenome, residente em…, portadora do cpf e rg tals, declaro para os devidos fins que sou solteiro. Sendo expressão da verdade, firmo a presente que é também reconhecida por duas testemunhas. (Tipo isso, mas olha na net. Há melhores). Leva no cartório e reconhece firma – a sua e das testemunhas. Pronto. Ah, tem que traduzir tudo viu? Certidão de nascimento e declaração.
    Boa sorte

Agora vamos prosear!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s