Nem tudo que reluz é ouro…

Já deixei claro muitas vezes aqui no blog a minha postura, no mínimo, reticente quanto aos EUA. Acho o país um modelo de merda e me deixa realmente triste ver quanta influência esse modelo de merda tem no mundo inteiro.

Eu torci muito para que o Obama se reelegesse o ano passado. Não tanto por acreditar nele e sim muito mais por temer o tal do Roney. O povo estadunidense já tá lascado o suficiente, e apesar de o governo por lá ser tão ou mais corrupto quanto o brasileiro, eu acho que há um tiquinho de esperança enquanto os republicanos estiverem longe do poder, ou, ao menos, da cadeira presidencial.

Ainda assim, é uma palhaçada tanto alarde por causa da visita de um chefe de Estado: Stockholm parou ontem só porque Obama teria um encontro de algumas horas em solo sueco. Eu não acompanhei a visita (acredito que a atitude norte americana é no mínimo esnobe ao visitar um país por apenas um dia e causar tanto estardalhaço por causa da segurança) mas, querendo ou não, Obama é influente no mundo e não adianta eu fazer birra que isso não vai mudar.

Mas eu gostaria que a minha birra pudesse fazer a diferença. O líder do país símbolo de merda vem para a Suécia por um dia como se fosse um favor e daí, até mesmo a Suécia, que é um país que normalmente luta por igualdade, passa o perobão na cara e age como se o mundo estivesse cor-de-rosa. O encontro de ontem mais parece o concurso de misses daquele filme Miss Simpatia: o presidente dos EUA veio a Suécia discutir a paz mundial.

Pelo jeito, não fui só eu que fiquei de birra por causa de tanta superficialidade (graças a Deus!!):

Charge de Liv Strömquist publicada no Aftonbladet.

Charge de Liv Strömquist publicada no Aftonbladet*.

ãhnn, vocês sabem que a visita do Obama a Suécia vai custar 24 milhões e que Carl Bildt (ministro das relações exteriores) disse que esse vai ser um encontro bacana, em que nenhuma questão delicada será discutida?

Charge de Liv Strömquist publicada no Aftonbladet

Charge de Liv Strömquist publicada no Aftonbladet

Mas então a gente podia pensar assim:

O quê? Faz sentido gastar 24 milhões para que o Obama e o governo sueco sentem e tenham tipo… um tempo legal juntos, comendo tacos, vestindo uggs (um tipo de bota meio que na moda na Suécia), assistindo Bridesmaids (o filme Missão Madrinha de Casamento), completando as frases um do outro… mas sem falar de Guantamo enquanto falam, tipo, de guacamole ao invés disso???

Charge de Liv Strömquist publicada no Aftonbladet

Charge de Liv Strömquist publicada no Aftonbladet

Mas não serei eu a reclamar. Eu quero, ao contrário, dar uma sugestão construtiva! E por isso eu apresento a minha ideia:

O Obama não pode simplesmente enviar um drone a Suécia?

Todos sabemos o quanto o Obama adora enviar drones para diversos países!

Charge de Liv Strömquist publicada no Aftonbladet

Charge de Liv Strömquist publicada no Aftonbladet

É claro que não estou sugerindo que ele venha explodir alguma coisa!!! Eu só penso que ele é MAIS BARATO, e funcionaria TÃO BEM QUANTO (no sentido de traria os mesmos resultados), um drone que sentasse por duas horas no Palácio de Sagerska enquanto o Carl Bildt balbucia sobre parmesão, em meio a piscadelas, e tira fotos do seu ídolo para serem publicadas em seu próprio blog!!!

– Mais vinho?

Liv-obama04

Isso sem falar do jantar no palácio com o rei que o Obama vai comparecer!! Um drone seria MUITO, MAS MUITO melhor companhia para Carl Gustav (o rei da Suécia)! Pois ele (o drone) não teria problema algum em ouvir um longo monólogo terrivelmente baixo nível a respeito de, tipo, política de energia sueca, caça aos alces ou dança popular! ADMITAM! SERIA MELHOR!

– Mais sill (conserva de peixe típica sueca)?

Muito obrigada, e de nada pela ideia!

Fonte: Aftonbladet

Tradução meio porca minha mesmo.  Mas joga no Google se quiser conferir.

_________

Drones são aviões não tripulados que estão bombardeando, por exemplo, o Paquistão. Os drones são enviados pelo governo do USA para os países onde há terroristas. Claro, o mundo inteiro precisa temer aos terroristas islâmicos porque eles são loucos que amarram bombas ao redor de seus corpos para explodir pessoas. Eles matam muitas pessoas, esses terroristas maus seguidores de Alá. Sorte que eles fazem ataques suicidas né? Assim, eles só podem se explodir uma vez. E puxa, ainda bem que os USA usam aviões não tripulados para explodir muitos terroristas, assim um só avião mata muuuiiiiitaaa gente sem nunca, nunquinha mesmo, sacrificar uma vida branca. Às vezes eles explodem crianças também, animais, vilas inteiras… porque os aviões são manobrados a distância e às vezes as coordenadas podem estar erradas, ou o alarme de terrorismo foi falso. Mas melhor assim né? Sabem que as crianças sempre são o futuro de uma nação e qual será que pode ser o futuro de crianças em um país cheio de loucos que querem ser homens bombas?

E obviamente, isso que os EUA faz, isso não é terrorismo.