Facebook

Muita coisa pra falar, pouca organização. Andei fazendo muita coisa… mas precisava usar o espaço para desabafar – como sempre. Então hoje consegui colocar tudo em ordem e lá se vão três posts – não se assuste, isso não vai acontecer sempre.

*****

Esse mês teve o dia mundial de combate ao suicídio e, como não podia deixar de ser, eu tratei do tema sob o viés da minha opinião furada de analfabeta funcional nesse post aqui. Aliás, recebi um e-mail muito bacana de um Humberto Correia depois de publicar o post, agradecendo o meu empenho da divulgação e discussão do tema (oi?). Claro que me senti mas…

Todo esse papo de depressão, suicídio e doenças psíquicas mexem comigo. Uma, que são do meu interesse afinal, uma vez na minha vida eu já havia sonhado em ser psicóloga. Duas, que eu tive depressão então… né. Enfim, já percebeu o quanto o facebook anda “poluído de gente se sentindo triste”?

Eu fiquei chocada quando o pessoal começou a compartilhar o “humor do dia” por meio daqueles bonequinhos. Tem sempre alguém que aparece no roll da sua página inicial se “sentindo triste”. Uns assim  e outros assim . Sem contar na turma do povo que usa o símbolo para mostrar que está se sentindo desanimado…

E daí né? Não passa de um bando de gente manhosa tentando chamar a atenção. Jura? Bom, pode até ser, no início, porque assim que alguém escreve um “se sentindo triste” ou “desanimado” sempre tem uma Maria curiosa indo lá perguntar: por que fulano? O que aconteceu Zé?

Tá, eu sou daquele tipo que entra no facebook e dá uma rolada na página inicial e depois cai fora. Tenho 300 contatos no facebook – acho que devia ter menos – mas dentro desses 300 contatos percebi que há três pessoas – uma para cada cem – que ao menos uma vez por semana marcam seu status com um “se sentindo triste”. Eu percebo que fica cada vez mais difícil de ver, uma vez que ninguém “curte” um status em que alguém diz que está malecho e menos gente ainda se importa sobre o porquê do cidadão estar fazendo manha – again.

Comentei isso com algumas pessoas e a maioria delas me deu dicas de como excluir o status dos cidadãos tristonhos e desanimados do meu roll da página inicial. Pô, não são meus amigos, afinal, facebook é para você ter contatos e eu entendo que tem gente que usa o “face” só para diversão, então essa coisa do “estar triste” não encaixa bem nos planos. Eu acho que se fossem amigos eu ficaria preocupada, mas como não, eu apenas fico pensativa e com pena, imaginando quantas pessoas eliminaram o sujeito de suas atualizações porque ele sempre está para baixo.

Nem eu gosto de gente que fica o tempo inteiro reclamando, mas mesmo assim não posso deixar de questionar… estou vendo coisas? Vocês também tem contatos gritando no facebook toda semana que estão se sentindo tristes? Quantas dessas pessoas recebem alguma atenção? Quantas delas tem histórico de depressão ou outro transtorno psíquico?

Anúncios

3 comentários sobre “Facebook

  1. A pia cheia de loucas, o lixo do banheiro transbordando, o cabelo e o bafo das manhas, a calcinha pendurada secando no banheiro ninguem publica. As brigas, insegurancas e medos nao publicamos tb. Facebook é lugar de gente feliz, lugar de rir das piadas dos outros, mesmo que pra alguns a piada seja a própria vida.
    Afinal, o mundo virtual é so um reflexo da vida real. Nao acha ?

  2. Complicado, caipirinha. Tenho na minha lista também muita gente desse jeitinho ai. O que acontece, pelo menos comigo, é não ter intimidade suficiente pra “invadir” a vida da pessoa procurando os motivos da deixa que ela deu. Mesma coisa da galera que posta ” uhuu, consegui, obrigada meu Deus”. Embora haja curiosidade de minha parte, não tenho coragem de perguntar o motivo da comemoração. Na verdade eu não entendo o porquê que essa turma posta as coisas pela metade. Não quer se aprofundar, não posta, né?
    Mas ai cada um é cada um e eu não quero pressionar ninguém a ser feliz toda hora, se nem eu sou assim. Eu fico na minha e precisando, estou aqui pra pessoa. Eu sei que é meu covarde de minha parte não me jogar nos problemas dos outros e esperar ser solicitada. Mas é uma maneira de saber se aquela pessoa realmente merece minhas rugas de preocupação . O que eu quero dizer é que é muito difícil saber que está sendo útil ou intrometida.
    Uma bitoca em vc

  3. @tabata.euguti “a calcinha pendurada secando no banheiro ninguem publica” LOL

    @post
    Eu não tenho perfil no face mas, pelo que já vi de colegas que tem conta no clube Markinho, o nome deveria mudar para Egobook. No twitter é a mesma coisa. Um belo dia alguém, que você não conhece, começa a te seguir e quando você vai ver o perfil a pessoa tem 500k de seguidores e está seguindo 200k… Fico pensando se TODA essa galera nunca ganhou um abç/bjo dos pais quando criança

Agora vamos prosear!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s