Guia rápido e rasteiro para mudar para a Suécia

Obrigada Globo Repórter, por fazer uma reportagem linda mostrando a Suécia maravilhosa do verão.

Sem ironias, esse é um país muito bom para se viver. Se você quer saber mais sobre, tem todos os posts desse blog para você matar sua curiosidade e ficar com raiva de mim por causa dos meus pontos de vista bobos. Mas como quem quer mudar tem pressa, preparei esse guia, principalmente depois de receber uma série de pedidos do tipo: e aê guria! Blz? Quero morar na Suécia, como é que eu faço? Simples, é só seguir os passos desse…

Guia rápido e rasteiro para mudar para a Suécia:

1. Prepare-se para fazer a mudança depois de um ano, ao menos. Isso mesmo. Não dá para vir para cá de mala e cuia sem visto. Visto você só consegue para estudar, trabalhar ou viver com um parceirx suecx. E o processo de solicitação demora, às vezes, até um ano. E por favor, não me mande perguntas sobre visto, fale com a embaixada sobre isso.

2. Planeje-se. Você pode estudar na Suécia por meio do programa Ciências Sem Fronteiras (se você fala inglês), ou trabalhar em uma multinacional (se você fala inglês), ou arrumar um parceirx suecx (nesse caso, falar é um tanto importante, mas ficar quieto pode ser ainda mais). Dê uma olhada nos site da Embaixada da Suécia em Brasília, eles tem informações incríveis relativas a todos os três processos. E de novo, não me mande perguntas sobre o visto.

O Ciência sem Fronteiras tem vagas para a Suécia ao menos uma vez ao ano, fique de olho. Há sites específicos para buscar por oportunidades de trabalho na Europa. Se você já tem uma boa faculdade dê uma olhada se o seu perfil não se encaixa em uma empresa sueca com filial no Brasil, tipo a Volvo, Skanska, Ericsson, etc. Trabalhar no Brasil já te abre portas para experimentar a vida no exterior, quem sabe, não apenas na Suécia. Se nenhuma das opções acima te parece interessante e você tem fetiche por vikings barbudos, faça um perfil em sites de relacionamento tipo match.com . Não é sarcasmo não. Essa semana mostraram uma pesquisa dizendo que o número de suecos que busca por parceiros em sites de relacionamento cresce cada vez mais. Vai que você dá sorte?

Não estou incentivando ninguém a dar golpe do baú. Só quero que fique claro que mudar para o exterior é um processo que é demorado e não se resolve do dia para a noite. E é suado. Tanto para estudar, trabalhar ou arrumar um parceirx aqui exige muita energia e dedicação.

3. Leia tudo que puder sobre a Suécia. Há blogs sobre a vida na Suécia (além desse, tem uma lista no rol de blogs ao lado que, eu sei, está desatualizado), há grupos sobre a vida na Suécia no facebook. Mas não seja o tipo chato que fica fazendo perguntas tipo: me arruma um emprego aí? Dá para me mudar sem visto? É muito dura a adaptação? Adaptação é como reeducação alimentar: tem gente que tira de letra, enquanto outros ainda acordam no meio da noite para comer chocolate. Isso não significa que no primeiro caso rola menos sofrimento. Tem a galera que chega, ama logo de cara e vive feliz durante um bom tempo e depois, cai na rotina e começa a odiar. O contrário também é verdadeiro: gente que odeia, sofre e chora e queria voltar para casa ontem, mas depois cai na rotina e gosta (ou se conforma). E gente que ama hoje, odeia amanhã, engole depois de amanhã, quer voltar na semana que vem, mas no mês que vem resolveu que esse é o melhor lugar para se viver ever. Você melhor do que ninguém sabe que tipo de pessoa você é. Nesse caso, vale ler muito, de tudo. Tanto os pontos positivos quantos os negativos tem que ser levantandos. Por isso que eu acho que blogs sobre a Suécia são a melhor forma de ter uma ideia, principalmente blog de gente que escreve há anos – e aí não importa se a pessoa já parou de escrever ou continua postando. É aí que você encontra relatos do dia a dia, tantos felizes quanto infelizes. Leia também coisas sérias, sobre a política sueca, economia sueca e etc. Um bom canal para esse fim é o The Local (em inglês).

4. Se você não fala inglês, estude ingês antes de vir para cá. Fazer intercâmbio cultural para aprender inglês na Suécia é muito estranho, no meu ponto de vista, uma vez que o idioma oficial do país é o sueco. Quer aprender sueco e tentar um interncâmbio cultural para isso, fine, mas se você quer aperfeiçoar o seu inglês… well, você está fazendo isso errado.

5. Tenha em mente que sem sueco você praticamente não consegue um trabalho. Há duas exceções: quando você já trabalha para uma multinacional em uma função em que o inglês é predominante, ou foi contratado falando apenas inglês; ou no caso de você vir como professor pesquisador. Ué, mas você não diz para estudar inglês antes de vir para cá? Digo. Aqui praticamente todo mundo fala inglês. Se você vem estudar por um tempo vai se virar bem falando inglês; e se vem se amarrar é bom saber inglês para não ficar tão dependente. Mas chegar aqui falando inglês fluente não te dá maiores chances de encontrar um trabalho (a menos, é claro, que você seja um fodão na área de TI, engenharia, marketing, comunicação, economia, sei lá… mas nesse caso você não terá problema em descolar um trampo em qualquer lugar do mundo não é mesmo?). O inglês abre portas sim, mas aqui todo mundo fala inglês, então você é apenas mais um na multidão, saca? Em média, estrangeiros (com educação superior) levam cerca de 7 anos para entrar no mercado de trabalho de forma definitiva, ou seja, para conseguir um trampo integral com salário legal. Eu levei três anos para descolar um trampo integral, e conheço outras brasileiras que também conseguiram se estabilizar um tanto quanto rápido. Mas isso é uma questão de sorte e, muitas vezes, de QI – de Quem Indica mesmo, não de cérebro. A Suécia é uma roça – já dizia a Cinthia – e aqui é super importante que alguém diga que você é uma pessoa do bem. E essa pessoa tem que ser um sueco.

É isso. Espero que ajude a clarear um pouco as ideias de quem está buscando uma luz.

Ah, eu acho legal receber feedback dos leitores. Também procuro responder quando me escrevem, mas se você quer orientação, LEIA ANTES DE PERGUNTAR.

Boa sorte!

Anúncios