Vento torto

Toda vez que a primavera/verão sueco começam é a mesma coisa: gente lagarteando para todos os lados, aproveitando qualquer réstia de sol – seja entre as nuvens ou entre os prédios – e gente que se joga nos lagos por aí quando a temperatura atinge os 10 graus C.

Isso sempre me leva a pensar em duas coisas.  A primeira é que, para alguém que passou a maior parte da vida andando na sombra literalmente, essa caça louca pelo sol não faz sentido. Fisiologicamente faz todo o sentido, o corpo fica sem sol por longos meses e está clamando por vitamina D. Mas eu não entendo que as pessoas continuem fazendo isso ao sol do meio dia. É meio paródia isso, a pessoa quer sair para pegar um sol entre 12 e 12h30 – o horário de almoço – e aí quando entra está assustada porque se queimou. Saca? Minhacarasuperbrancaquenãoviusolduranteoitomesesobviamentevaificarcermelhadeumavez. Deu pra entender né? Mas o dia depois de amanhã lá vão eles, fazer mais do mesmo. Aí quando me dizem que a memória do ser humano é curta eu me pergunto: que memória?

E o banho de lago. As temperaturas atingem a marca mágica de 10 graus e aí, metereologicamente a primavera começou. E com ela as competições para ver quem será o corajoso a tomar o primeiro mergulho do ano. A intenção é só essa mesmo: tirar a roupa, pular na água, gritar, gritar muito, xingar o mundo, gritar mais um pouco, xingar mais um pouco e continuar intercalando os dois enquanto sai da água pra se secar. Normalmente depois desse ritual o sueco vai soltar dois comentários: o “caralho tá muito frio!” e o “a sensação na água é terrível mas agora eu me sinto super bem”. Such…

Quando a temperatura chega aos 20 graus C é hora de deixar as crianças também entrarem na brincadeira. E eu? Eu penso na minha mãe que não deixava a gente tomar banho de piscina quando, apesar de quente, tinha vento. Porque vai que né? Se tomasse um vento torto ou uma friagem…

Anúncios

3 comentários sobre “Vento torto

  1. Bem..como sempre seus comentários são a minha unica ligação “real” com Gotemburg…rsrs.Estou só imaginando eu chegando com a mala e cuia toda encapotada em julho,e o povo curtindo o “verão ” de camiseta regata. rsrs.
    Todos os sentimentos me invadem agora:medo,curiosidade,saudades,felicidade. ..Guenta coração. ..ta chegando minha partida…

  2. Ha morei por 7 meses na Suécia, e cheguei no verão. Eu via esse.comportamento, as pessoas suando e ficando avermelhadas no sol do meio dia, mas lá igual lagartos!!! Não entendia, compartilho seu sentimento!

    Saudades imensas desse país lindo e maravilhoso!

  3. Eu particularmente adoro o inverno Sueco. Mas também aprecio e curto muito a primavera e o verão, e nos momentos gelados de inverno penso logo terei bons momentos de calor de amanhecer cedo anoitecer tarde da diversidade de passáros a cantar de coelhos alces lobos a me visitar no meu jardim. Banho no mar calmo e quente.Admiro a suecada que faz do limão uma limonada e aproveita cada raio de sol. Em Cascais Portugal o inverno praticamente era dois meses de frio mas o mar é sempre gelado. Mas a vida é assim hoje estamos bem amanhã talvez tenhamos que vencer algo menos bom. Sou uma pessoa abençoada que conheceu diferentes países e culturas e acho que em todo o lugar a o bom e o mal depende da interpretação pessoal de cada um. Adoro Halmstad e meu olhar por terras wikings Ou não é sempre tentar crescer culturalmente e ser melhor que ontem. 😘

Agora vamos prosear!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s