Diário Caipira – 17

Me sinto imensamente velha: havia um grupo de adolescentes no mercado fazendo muita idiotice. Digo idiotice porque não estavam fazendo bagunça, estavam enchendo um carrinho de compras com todo o possível e morrendo de rir.

Um deles decidiu vir tirar com a minha cara. Se aproximou e começou a “tossir”. Os outros ficaram na expectativa enquanto eu fingia que nada estava acontecendo. Ele “tossiu” mais alto e disse “o médico disse que era corona”. Eu continuei analisando calmamente as diferentes marcas de pasta de dente. Eles desistiram e fora embora caçar outra alma para incomodar.

Um pouco depois vi um dos funcionários do mercado dando um sabão em um dos adolescentes. Os outros haviam se escondido mas começaram a fazer qualquer coisa que deveria ser grave pois o funcionário parou de dar o sabão no rapazinho e partiu atrás dos outros “Hallå! HALLÅÅÅ”

Eu fiquei ali imaginando porque somos tão abusados e bobos durante a adolescência. Cheguei a conclusão que já não sei.

Estou velha.

2 comentários sobre “Diário Caipira – 17

  1. Nasci velha, sempre fui intolerante com babaquices alheias, mas também não me manifesto, só penso sobre e faço cara de paisagem.

  2. Quisera eu sempre ter tido essa postura. Muitas vezes perdi a calma e parti pra cima. Demorei a aprender que a “arte da cara de alface” bate mais do que qualquer sermão…

Agora vamos prosear!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s