Diário Caipira-38

A gente sentou na beira do lago e estava comendo fruta com as crianças. Ficamos olhando a água e fazendo de conta que o vento não estava assim tão frio, todo mundo encarrapixado.

Aí o Joel tipo: “aquilo é um peixe ou uma pedra no meio do lago?” Eu “onde?” Ele “ali”; e eu “não tô vendo nada” e ele “meio que reto na sua frente”… Eu só vejo as ondas… e o Joel “olha na direção que eu tô apont…” e o peixe pula fora dá água um meio metro.

Como quem diz: “viu agora besta?”