Diário Caipira-153

Depois de passar praticamente 10 outonos aqui saí pela primeira vez colher cogumelos. Sempre me disseram que há muito cogumelo comestível aqui nesse bosque ao redor de casa mas, como eu não havia aprendido a diferenciar cogumelos comestíveis dos perigosos, nunca me aventurei a colheita.

Minha sogra cresceu fazendo isso e eu lhe pedi se ela poderia me mostrar como diferenciar cogumelos perigosos de comestíveis. Então preparamos um fika, agasalhamos os pequenos e fomos para o mato com um bom livro sobre cogumelos comestíveis a mão.

Mas porque não usar a internet, não é? Porque nem todos os sites são confiáveis. Eu não sairia perguntando para o Google se é possível comer esse ou aquele cogumelo porque há cogumelos venenosos que podem ser consumidos de determinadas formas e outros que não devem de forma alguma serem consumidos. Cogumelos venenosos afetam o sistema nervoso, os rins e podem levar a morte.

Também por causa disso eu sempre me preocupava de as crianças ficarem mexendo em cogumelos venenosos. Felizmente não é apenas a mãe brasileira que repete que não se deve mexer em cogumelos coloridos demais, nem colher cogumelos que você não saiba (com 100% de certeza) que podem ser consumidos. Hoje na escola meus filhos tiveram uma lição sobre cogumelos.

Coisas que aprendi hoje:

– se você não tem certeza que o cogumelo é comestível, não colha.

– a maioria dos cogumelos comestíveis apresenta uma coloração que vai do amarelo, passa pelo marrom e vai até o verde naqueles “caulinhos” embaixo do chapéu. Se o cogumelo tem cores do tom avermelhado ou azul é venenoso.

-opte por colher cogumelos fáceis de identificar. Os “kantareller” e “trattkantareller” são bons exemplos.

Fonte: Wikipédia sobre “Kantarell”

O kantarell é um cogumelo famoso dessas bandas que não lembra em nada aquela imagem de cogumelo que eu conhecia. Quase parece uma flor ou um guarda chuva que o vento estragou e tem uma cor amarela bem marcante. É um cogumelo que (dizem) tem um cheiro bom também (lembra fruta). Não encontramos nenhum hoje porque esse é muito apreciado pelos suecos, é praticamente inconfundível e não tem nenhum cogumelo venenoso que se pareça com ele. Enfim, uma cartada certa.

Esse fui que colhi!

O trattkantarell é o primo pobre do primeiro. Lembra um pouco o kantarell, um guarda chuva virado ao contrário, mas é marrom e mais miudo. O engraçado do tratt é que ele tem um furo que perpassa todo o “caule” do cogumelo (tratt significa cone). Esse furinho é bem visível mesmo quando o tratt é pequeno. Infelizmente, um dos cogumelos mais venenosos da Escandinávia cresce justamente no meio dos trattkantareller. É mais ou menos da mesma cor, do mesmo tamanho mas não tem o furo característico do tratt, e parece um “chapéu chinês”.

É importante que a cor seja amarelo escuro ou marrom. Há outras espécies sem o buraco que lembram bastante o tratt.

Info adicional: nesta página há informação sobre os cogumelos mais perigosos dos bosques suecos. É bom pra dar um conferida na fotinha do bichinho.

Agora vamos prosear!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s